Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

Descobre quando terminam as temporadas das tuas séries favoritas

 

Domingo, 4 de Maio

 

Cold Case (CBS); Family Guy (Fox)

 

Quinta-feira, 8 de Maio

 

30 Rock (NBC); Scrubs (NBC)

 

Domingo, 11 de Maio

 

Brothers & Sisters (ABC); Survivor: Micronesia (CBS)

 

Segunda-feira, 12 de Maio

 

Medium (ABC); Samantha Who? (ABC); The Bachelor: London Calling (ABC)

 

Terça-feira, 13 de Maio

 

Beauty and the Geek (CW); Law & Order: SVU (NBC); Women's Murder Club (ABC)

 

Quarta-feira, 14 de Maio

 

America's Next Top Model (CW); Back to You (Fox); Deal or No Deal (NBC); Til Death (Fox)

 

Quinta-feira, 15 de Maio

 

Are You Smarter than a 5th Grader? (Fox); CSI (CBS); Don't Forget the Lyrics (Fox); ER (NBC); My Name Is Earl (NBC); Office, The (NBC); Smallville (CW); Supernatural (CW); Without a Trace (CBS)

 

Sexta-feira, 16 de Maio

 

Ghost Whisperer (CBS); Moonlight (CBS); Numbers (CBS)

 

Domingo, 18 de Maio

 

Aliens in America (CW); American Dad (Fox); Desperate Housewives (ABC); Everybody Hates Chris (CW); Extreme Makeover: Home Edition (ABC); The Game (CW); King of the Hill (Fox); Simpsons, The (Fox)

 

Segunda-feira, 19 de Maio

 

Big Bang Theory, The (CBS); Bones (Fox); CSI: Miami (CBS); Gossip Girl (CW); House (Fox); How I Met Your Mother (CBS); One Tree Hill (CW); Rules of Engagement (CBS); Two and a Half Men (CBS)

 

Terça-feira, 20 de Maio

 

Dancing with the Stars (ABC); NCIS (CBS); Reaper (CW); Shark (CBS)

 

Quarta-feira, 21 de Maio

 

American Ido (lFox); Boston Legal (ABC); Criminal Minds (CBS); CSI: NY (CBS); Law & Order (NBC)

 

Quinta-feira, 22 de Maio

 

Grey's Anatomy (ABC); Ugly Betty (ABC)

 

Quinta-feira, 29 de Maio

 

Lost (ABC)

 

Quarta-feira, 11 de Junho

 

Men in Trees (ABC)

 

tags:
publicado por ZB às 21:47
link do post | comentar | favorito
|

RTP2: “Chuck” estreia hoje à noite

Chuck – 1.ª temporada – Quarta-feira, 30 de Abril – 22h45

 

Sinopse: Quando Chuck Bartowski, abre um e-mail com códigos referentes a segredos do governo americano, ele inconscientemente faz o "download" de toda uma base de dados sigilosos para o seu cérebro. Agora, o destino do mundo está nas mãos de um jovem que trabalha numa loja de computadores. Em vez de combater vírus de computador, ele vai ter de confrontar assassinos e terroristas internacionais.


Com os segredos mais preciosos do governo na cabeça de Chuck, o Major John Casey, da Agência de Segurança Nacional, assume a responsabilidade de o proteger. A parceira dele é a melhor agente da CIA, e também a primeira rapariga com quem Chuck sai em anos.


Eles vão tentar manter Chuck a salvo ao trocar-lhe o protector de carteiras por uma roupa à prova de bala. Ao lado de Chuck estão, o seu melhor amigo Morgan Grimes e a sua irmã Ellie, que sempre o apoia.
[F]

  

publicado por ZB às 17:19
link do post | comentar | favorito
|

Balanço da Temporada 2007/ 2008: Chuck (NBC) – 1.ª temporada

 

Com o cunho de Josh Schwartz (“Gossip Girl”, “The O.C.”) e McG (“Charlie’s Angels”, “Terminator 4”), “Chuck” rapidamente se tornou numa das melhores surpresas da temporada. Apesar da premissa idiota, em que a informação enviada através de um e-mail é descarregada permanentemente no cérebro de um jovem geek informático, que vive com a irmã, e o namorado desta, depois de ter sido expulso da universidade, cativa-nos logo nos primeiros momentos da série e não mais nos deixa escapar. Por entre amigos imbecis mas hilariantes, uma dupla de agentes secretos, ela charmosa e sensual e ele sarcasticamente divertido, excêntricos vilões, a vida dupla de Chuck é tudo menos entediante.

 

Antes de iniciar este texto, debatia-me com a hipótese de considerar ou não “Chuck” como um guilty pleasure. Se por um lado, a sua temática não é original e a sua escrita não é muito prodigiosa, por outro, as suas personagens são verdadeiramente cativantes, bem assimiladas pelos seus intérpretes, e os 13 episódios que constituem a primeira temporada são, acima de tudo, pura diversão, onde um sentido de humor eficaz e cenas de acção bem elaboradas se contam como principais trunfos. Deverei então considerar “Chuck” um guilty pleasure? Sim, é um guilty pleasure, mas daqueles em que a culpa quase que nem se sente.

 

Média dos Episódios: 8.62/10

Avaliação Global: 8.40/10

Nota Final: 8.5 (8.51)/10

 

publicado por ZB às 14:56
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Advogados à moda lusa no horário nobre da estação pública

 

Se é um aficcionado de séries que versam sobre o universo da advocacia, cujo carimbo é invariavelmente norte-americano, poderá, depois do Verão, acompanhar uma ficção integralmente de cunho nacional que se reporta a essa temática. "Liberdade 21", assim se intitula a nova aposta na ficção nacional da estação pública, com uma periodicidade semanal, contará com 52 episódios, sendo que terá o horário nobre reservado para a sua exibição, segundo fez saber José Fragoso, director de Programas da RTP1.


"Foi uma ideia que nasceu da nossa mesa de trabalho, através de 'inputs' veiculados por uma equipa", enalteceu Fragoso, dando a entender que se trata de um projecto encetado sob o seu desígnio e portanto, a nível ficcional, o primeiro não herdado da anterior direcção. Releve-se ainda que para a semana será apresentada uma nova produção na mesma senda. De acordo com o próprio, "Liberdade 21" insere-se no conceito de serviço público de televisão, tendo em conta que se demarca "pelo conteúdo inovador" tendo sido congeminado "totalmente por massa crítica portuguesa".


Curiosamente, parte do elenco transita de "Vila Faia", pelo que Albano Jerónimo, ou Inês Castel-Branco, que formam par amoroso no "remake" da primeira telenovela portuguesa, vão regressar juntos ao pequeno ecrã, desta feita, mantendo uma "relação estritamente profissional", comentou o actor.


Desengane-se quem cogitar que Albano Jerónimo permanecerá limitado ao registo de "bom rebelde", uma vez que vestirá uma personagem diametralmente oposta à de João Godunha. Pedro Pimentel é um frio e calculista advogado especializado em direito comercial. Em detrimento do impulsivo motorista de "Vila Faia", Pedro é uma espécie de autómato não dando azo a qualquer tipo de descontrolo.


Interrogado sobre a preparação inerente à interpretação de uma personagem com estas características, Albano Jerónimo adiantou que além de se inspirar "em séries com 'Boston Legal", filmes e livros" teve uma sessão "de mais de quatro horas com o advogado João Nabais". Por sua vez, Inês Castel-Branco também se afastará da inócua Mariette. Vera, a quem dará corpo, é desprovida de escrúpulos que nem lobo em pele de cordeiro.


A coordenadora do projecto, cujas gravações se inaugurarão na próxima semana, Patrícia Sequeira, ressalvou que "cada episódio terá princípio meio e fim e contará três histórias paralelas", que se traduzirão em outros tantos casos jurídicos distintos, não obstante um dos mesmos ser alvo de especial enfoque. Já o autor Pedro Lopes, destacou a "possibilidade de, de uma equipa de quatro, um só guionista poder ser individualmente responsável pela escrita de um episódio".


Desta produção da SP Televisão em parceria com as Produções Fictícias para a RTP, destacam-se ainda no elenco nomes como, Ana Nave, Rita Lelo, António Cordeiro, Ivo Canelas, Ruben Gomes, Mariana Norton, Cleia Almeida, entre outros. | Elsa Pereira [Jornal de Notícias]

 

publicado por ZB às 09:36
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Elencos em mudança

 

Com a próxima temporada em marcha, muito se tem falado sobre os castings das novas séries cujos pilotos começam a ser gravados neste momento. Deixando de lado esses novos elencos enquanto ainda não estão completos, por que não dar uma vista de olhos às mudanças que estão a ser preparadas em algumas das séries que já conhecemos? Em baixo, estão algumas alterações aos elencos que têm sido noticiadas nos últimos tempos, as quais decidi ocultar porque, algumas delas, e podem ser consideradas SPOILERS.

 

Rebecca Romjin (“Ugly Betty”) foi despromovida do elenco regular à participação recorrente.

 

Correm rumores que Gary Dourdan (“CSI”), Khandi Alexander (“CSI Miami”) e Diane Neal (“Law & Order: SUV”) terão sido despedidos.

 

Brian Austin Green (“Terminator: The Sarah Connor Chronicles”) vai passar a fazer parte do elenco regular na segunda temporada da série.

 

Angela Bassett vai juntar-se ao elenco regular de “ER” para a última temporada da série, enquanto Noah Wyle deverá fazer uma aparição como convidado em 4 episódios.

 

Lucy Liu (“Cashmere Mafia”) estará prestes a juntar-se ao elenco de “Dirty Sexy Money”.

 

Tricia Helfer (“Battlestar Galactica”) irá aparecer em vários episódios de “Burn Notice”. Mia Maestro (“Alias”) também deverá fazer uma participação especial na série.

 

Cybill Shepherd (“Moonlighting”) aparecerá em alguns episódios da terceira temporada de “Psych”.

 

tags:
publicado por ZB às 11:43
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Ranking de Séries (28 de Abril)

O «Ranking de Séries» desta semana (com um dia de atraso) traz de regresso à contagem “Grey’s Anatomy”, com uma subida de cinco posições. Por sua vez, “Lost” solidificou a liderança e “Battlestar Galactica” desceu mais um lugar, aproximando-se perigosamente dos lugares abaixo da linha dos 10 primeiros. No fundo da tabela, “The Tudors” registou a terceira subida consecutiva e alcançou o 22.º lugar, uma posição atrás de “Desperate Housewives”, que voltou a cair pela segunda vez deste o seu regresso após o fim da greve dos argumentistas.

 

tags:
publicado por ZB às 16:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Ronda de Críticas (28 de Abril)

publicado por ZB às 14:29
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Lost – 4x9 – The Shape of Things to Come (ABC)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

WOW! Mas que grande regresso! Aconteceu tanta coisa, e sempre a um ritmo verdadeiramente alucinante, que nem sei por onde começar!

 

Hummm… Talvez pelo flashforward:

 

Ä       O Ben aparece no meio do Sahara! WOW! Para quem não costuma procurar informação sobre a série, reservando a sua experiência “Lost” aos episódios e, especialmente, para quem não gosta de SPOILERS futuros, que pare aqui e salte para o próximo ponto. Para mim, é quase certo que a cena revela que, naquele momento, o Ben acabou de viajar através de uma espécie de portal de espaço/ tempo existente entre a ilha e o deserto do Sahara, mais precisamente, algures na Tunísia onde o urso polar também foi encontrado pela Charlotte no episódio “Confirmed Dead”. Esse portal estará localizado na estação “The Orchid”, a qual parece que vai desempenhar um importante papel na série ainda esta temporada. Outras duas coisas interessantes e intrigantes ainda dessa cena são o casaco da Dharma, que inicialmente me fez pensar de trataria de um flashback, onde podemos encontrar um novo logo e a etiqueta com o nome «Halliwax» (Edgar Halliwax é o nome que o cientista dá como sendo o seu no filme de orientação da Orchid, que é mesma pessoa dos outros filmes de orientação), e o facto do Ben ter o braço ferido, que pode ter vários significados, dos quais destacaria aqueles que me parecem mais plausíveis: ou o Ben estava a escapar de alguém que o tinha acabado de ferir ou existe algo durante a viagem que faz aquele tipo de laceração, o que pode ter sido o que aconteceu ao braço do Dr. Marvin Candle/ Edgar Halliwax/ Mark Wickmund.

 

Ä       O Ben utiliza toda a sua manha para recrutar o Sayid. Ao chegar a um hotel na Tunísia, onde ficamos a saber que ele, ou melhor, uma das suas outras identidades, é cliente regular (e bastante importante pela expressão da recepcionista) e que a data corrente é 24 de Outubro de 2005 (a confusão de Ben será mais uma pista para a discrepância temporal entre a ilha e o mundo exterior), um noticiário revela que um dos famosos “Oceanic Six”, Sayid Jarrah, está de volta ao Iraque para sepultar a sua esposa, Nadia! WOW! Parece-me que o intuito de Ben em sair da ilha seria para se encontrar com o Charles Widmore, o que ele faz no final do episódio, e quando se apercebeu do que tinha acontecido com o Sayid, decidiu utilizar toda a astúcia que nós lhe conhecemos para o recrutar. Inicialmente, fiquei com a ideia que ele tinha orquestrado tudo o que vimos de modo a enganar o Sayid, mas essa ideia caiu por terra durante o diálogo entre o Ben e o Widmore. Sendo assim, que razão teria o Widmore para matar a Nadia? Talvez o alvo fosse o Sayid e ela acabasse por ser apenas vítima? Certamente, será algo que viremos a saber no futuro. E, já agora, que preencham também o espaço entre a altura em que o Sayid foi “recrutado” e a altura do primeiro flashfoward do iraquiano, em que parece que a vingança da sua amada deu lugar à necessidade de protecção das pessoas que ficaram para trás na ilha.

 

Ä       Ben vs. Widmore! WOW! Aquela cena final foi de deixar o queixo caído ou o quê!? O que retirei de todo aquele diálogo foi que estes dois já se conhecem há muito tempo e que andam a jogar uma espécie de jogo do gato e do rato. Parece que o Ben terá roubado ao Widmore não só a ilha como outras coisas mais e, desde então, o Widmore anda atrás dele. Parece que até estabeleceram determinadas regras, provavelmente, deixar as famílias de fora da disputa, mas que tudo isso mudou com a morte da Alex. E parece que o Ben quer vingar-se na Penny! WOW!

 

Na ilha, na aldeia dos “Outros”:

 

Ä       Alex é assassinada! WOW! Aquela cena foi completamente chocante. Confesso que fiquei com uma expressão quase idêntica à do Ben. Ele ainda tentou desvalorizar a vantagem que o Keamy pensava ter com a captura da Alex, dizendo que ela não era ninguém de importante para ele, mas não teve sucesso e a Alex foi morta a sangue frio. WOW!

 

Ä       A fúria de Ben = à fúria de Smokey!?!? WOW! Ao ver a Alex ser assassinada, o Ben decide libertar o Smokey, abrindo uma estranha porta secreta, que se encontra dentro da sala secreta! O facto de o Smokey ter aparecido furioso faz-me pensar duas coisas: ou o Ben o libertou e de alguma forma o incitou a ficar furioso ou, talvez aquela para que me inclinaria mais neste momento, o Smokey não tem vontade própria como sempre pensei e é apenas uma espécie de arma. Não sei… Certezas mesmo, só de que a cena foi mesmo espectacular! WOW!

 

Ä       Duas cenas menos importantes de que gostei bastante: o Locke, o Hurley e o Sawyer a jogarem a um dos meus jogos de tabuleiro favoritos, “Risco”, e a fala «A Austrália é a chave de todo o jogo» pareceu-me ser algo mais do que estando apenas relacionada com o jogo; e os figurantes a caírem, um após o outro, baleados, quando o Sawyer vai atrás da Claire, foi bastante engraçado.

 

Na ilha, no acampamento dos sobreviventes do voo 815 da Oceanic:

 

Ä      Quem pensava que as coisas no acampamento seriam menos interessantes no contexto do episódio, enganou-se. O estranho aparecimento do corpo do médico da fragata, que foi degolado, agitou as hostes entre o Jack e companhia. E, o mais interessante ainda estava para vir, quando da fragata chega uma mensagem de que não aconteceu nada ao médico! Será esta mais uma consequência da diferença temporal entre a ilha e o exterior? Tudo indica que sim, mas nem me atrevo a dissecar sobre o assunto porque realmente isto está bastante confuso…

 

Nota: 9.9/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 17:07
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Lucy Liu em "Dirty Sexy Money"?

 

Lucy Liu estará em negociações para integrar o elenco de “Dirty Sexy Money”, série transmitida pela TVI com o nome “Sexo, Dinheiro e Poder”, caso se confirme o praticamente inevitável cancelamento de “Cashmere Mafia”, outro drama da ABC que a actriz protagoniza.

 

publicado por ZB às 17:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

"The Tudors" renovada para uma terceira temporada

 

Ainda a segunda temporada não chegou a meio e já a Showtime deu luz verde è produção de uma terceira época de “The Tudors”, que começará a ser filmada em Dublin, a 16 de Junho.

 

publicado por ZB às 16:46
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Abril de 2008

Ranking de Séries (20 de Abril)

Um «Ranking de Séries» marcado pelo final de “Canterbury’s Law”, “Eli Stone” e “New Amsterdam”, sem mexidas no «Top5» e a aguardar os regressos de “Grey’s Anatomy” e “Lost”.

 

tags:
publicado por ZB às 20:11
link do post | comentar | favorito
|

Ronda de Críticas (20 de Abril)

publicado por ZB às 18:49
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

"Terminator" renovada?

 

Ainda não é oficial, mas o Ausiello, da TVGuide, diz que “Terminator: The Sarah Connor Chronicles” foi renovada pela FOX para uma segunda temporada.

 

publicado por ZB às 16:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 19 de Abril de 2008

Battlestar Galactica – 4x3 – The Ties That Bind (Sci Fi)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

As grandes séries têm um efeito estranho em quem as vê, especialmente sobre quem é um verdadeiro fã: mesmo quando um episódio desilude, ou não corresponde às expectativas, é sempre difícil dizer que o episódio não foi bom. Olhando para trás, para o tempo passado a ver este terceiro episódio de “Battlestar Galactica”, dou-me satisfeito por o ter feito, apesar de ter ficado de pé atrás em relação ao desenrolar de alguns acontecimentos.

 

Sem perder mais tempo, eis o que me desagradou neste “The Ties That Bind”:

 

Ä       Estava a gostar de toda esta história da Cally descobrir a identidade dos novos Cylons até ao fim, quando em vez de correr a avisar a frota do perigo, ela decide ir com o filho para uma daquelas câmaras de onde os Vipers são lançados para o espaço, presumivelmente, para que ambos pudessem morrer. Ainda pior, foi quando ela cai na conversa da treta da Tori e lhe entrega o Nicky!!! Por muito que fosse o seu desespero, ou mesmo a dose de narcóticos que ela tivesse a correr nas suas veias, a Tori confirma-lhe que é um Cylon e ela, simplesmente, dá-lhe o filho para os braços. Acho que qualquer um se apercebeu de imediato, caso ainda não o tivesse feito, do destino que estava reservado a Cally. Ainda nesta cena, na sequência em que a Cally abre a caixa com os comandos para abrir a câmara, há uma falha técnica incrível, onde ela chega junto da caixa com o filho ao colo, quando está a abrir a caixa o filho desaparece misteriosamente, e quando a Tori aparece ela já tem o miúdo ao colo de novo. Podia ser referida também a cena em que a Tori aparece subitamente fora da câmara, já com o Nicky nos braços, mas aí a justificação será mais plausível visto que a Cally pode ter estado inconsciente o tempo que os levou a sair.

 

Ä       Para um encontro tão secreto, cujos intervenientes guardam o maior segredo, que se fossem descobertos aconteceria algo de cataclísmico, deixar um bilhete e ainda por cima num sítio algo fácil de descobrir é um tanto ou quanto ridículo, não?

 

Ä       O «showdown», o confronto entre a frota Cylon, deixou algo a desejar. Não só pelo facto das Six e das Sharon terem confiado cegamente nos Calvin, como a própria batalha podia ter sido bem mais interessante.

 

Ä       A tumultuosa relação entre a Starbuck e o Anders também já começa a fartar um pouco.

 

Ä       Nem sequer uma cena com o Baltar. Apesar de não ter gostado da ideia do culto, ainda é um personagem que aprecio bastante.

 

Por outro lado, eis o que gostei neste “The Ties That Bind”:

 

Ä       O Adama a ler para a Roslin enquanto esta recebia o seu tratamento na enfermaria. Quiseram mostrar-nos que os personagens continuam fiéis um ao outro. Contudo, fizeram questão de mostrar, logo na cena seguinte, que nem todas as feridas resultantes da sua discussão estão saradas, onde a Roslin revelou os seus ressentimentos pelo facto do Adama ter organizado a expedição em busca da Terra sem o seu consentimento ou concordância, e pelo facto de ter dado o comando da mesma à Kara Thrace, quem ela não acredita estar a dizer a verdade.

 

Ä       O novo papel do Lee e o facto de não terem esquecido a fricção resultante do julgamento do Baltar entre ele e a Presidente. A Roslin fez questão de o rebaixar assim que pôde, mas ele não lhe ficou atrás. Além disso, será que os criadores da série, ao terem retirado o Lee do seu papel dentro da facção militar, o estarão a preparar para ser o sucessor da Roslin? Algo me diz que sim.

 

Ä       O Anders a pensar que a Starbuck é um Cylon. Eu não acho que ela seja um Cylon (a não ser que todos o sejam!), mas aquele seu pequeno momento de reflexão deixa qualquer um intrigado. E o Anders ficou, sem qualquer dúvida, bastante intrigado.

 

Ä       Ficarmos a saber que foi a Cally que pediu o Chief em casamento e ficarmos a conhecer melhor o “esqueleto” da Galactica.

 

Ä       Para terminar, o seguinte diálogo: «Six: Escort him off the ship. (Pause) Please. Calvin: It's a good thing you remembered the magic word. You're going to find you opened a bigger can of worms than you realize».

 

Este não foi o meu episódio favorito, longe disso, pois teve vários momentos que me deixaram pouco satisfeito, mas, tal como referi no início do texto, quando uma série tem qualidade, até os maus episódios são bons. Mesmo assim, esperemos que a série melhore e nos dê a temporada de despedida que todos desejamos.

 

Nota: 8.5/ 10

 

tags: ,
publicado por ZB às 18:13
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Lançamentos em DVD no mercado português: Abril (actualização)

 

À Venda

 
Bonanza – Série 1 – Vol. 1 (Mediafashion) – 9,49€ (Fnac)

Bonanza – Série 1 – Vol. 2 (Mediafashion) – 9,49€ (Fnac)

 

23 de Abril

 

Ally McBeal – 1.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 39,95€ (Fnac)

Bewitched (Casei com uma Feiticeira) – 6.ª temporada (Sony Pictures) – 24,95€ (Fnac)

Big Love – 2.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 34,95€ (Fnac)

Buffy, a Caçadora de Vampiros – 2.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 39,95€ (Fnac)

Dharma & Greg – 2.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 29,95€ (Fnac)

ER (Serviço de Urgências) – 11.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment)

Family Guy: Guerra das Estrelas (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 14,95€ (Fnac)

Shark (A Lei do Mais Forte) – 1.ª temporada – Parte 2 (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 29,95€ (Fnac)

Shark (A Lei do Mais Forte) – 1.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 49,95€ (Fnac)

Veronica Mars – 1.ª temporada (Castello Lopes/ Play Entertainment) – 34,95€

 

26 de Abril

 

Battlestar Galactica – Temporadas 1+2+3 (Universal) – 99,95€ (Fnac)

House – Temporadas 1+2+3 (Universal) – 99,95€ (Fnac)

 

30 de Abril

 

Monk – 1.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

Seaquest DSV – 1.ª Temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

 

Incerto

 

CSI – 6.ª temporada - Parte 2 (LNK) – 34,95€ (Fnac)

 

 

publicado por ZB às 17:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Ronda de Críticas (17 de Abril)

publicado por ZB às 13:33
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Balanço da Temporada 2007-2008: Friday Night Lights (NBC) – 2.ª temporada

 

Aquela que foi para muitos a melhor série da temporada 2006/07 regressou para uma segunda época cheia de altos e baixos. Mas o que terá acontecido? Terão os responsáveis pela série ficado deslumbrados pelas boas críticas e pelos prémios? Porque razões terão decidido abdicar de uma das armas da série, a sua simplicidade, em prejuízo de linhas de argumento mais sensacionalistas?

 

Se nos primeiros minutos da temporada a série ainda conseguiu transmitir a mesma sensação de realidade e proximidade que tanto me fez gostar daqueles personagens e das suas histórias durante os 22 episódios anteriores, a verdade é que o sentimento se foi esvanecendo a pouco e pouco, à medida que linhas de argumento menos credíveis e pouco satisfatórias foram surgindo cada vez com mais frequência. As pessoas eram as mesmas, mas algo tinha mudado.

 

A Julie tornou-se numa pita mimada e embirrenta. A Lila numa religiosa quase fanática. O Smash passou quase a temporada na sombra dos outros personagens. O Jason deu tanta volta que acabou por desaparecer durante alguns episódios, dando a sensação de já não saberem o que hão-de fazer com o personagem. A Waverly desapareceu inexplicavelmente. O Landry e a Tyra cometem homicídio e safam-se com uma facilidade inacreditável. Aparece o Santiago, o personagem ultra cliché. Entre outros…  

 

Foram precisos cerca de 10 episódios para que o sentimento “Friday Night Lights” se voltasse a fazer sentir (não é que os outros episódios tenham sido maus, apenas não foram aquilo que deveriam ter sido). Por pouco tempo, já que alguns episódios depois a série terminava antecipadamente. E com um fim pouco digno desse nome, diga-se, do qual os produtores da série estão completamente exonerados, tanto porque foram vítimas da greve dos argumentistas, como da pouca vontade da NBC, que podia muito bem ter pedido mais alguns episódios para terminar a temporada.

 

Mas nem tudo está perdido. Depois de muita indefinição e de algumas batalhas travadas, a NBC lá concedeu a “Friday Night Lights” uma terceira temporada de 13 episódios, partilhados com a Direct TV. Agora, apenas resta esperar que as mentes por detrás da série consigam fazê-la regressar às suas origens.

 

Média dos Episódios: 8.59/10

Avaliação Global: 7.50/10

Nota Final: 8.1 (8.05)/10

 

publicado por ZB às 15:53
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Actor de saída de "CSI"

 

É praticamente certa a saída de um dos actores regulares de “CSI” ainda esta temporada. Queres saber qual? Selecciona o texto em baixo com o rato.

 

Este era o ano final dos contratos da grande maioria dos actores de “CSI”. Um deles, Jorja Fox (Sara), decidiu sair da série há uns tempos atrás. William Petersen (Grissom) ainda esteve a balançar em direcção à saída, mas acabou por renovar contrato. Tudo indica que Marg Helgenberger (Catherine) e George Eads (Nick) também irão renovar, mas Gary Dourdan (Warrick) já terá anunciado que esta será a sua última temporada na série. Parece até que os produtores já terão emitido uma folha de casting para incluir um novo actor regular na série.

 

 

tags: ,
publicado por ZB às 01:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Take: Cinema Magazine (N.º 2)

 

Aí está o número 2 da Take. Ao longo de quase 70 páginas, e para além das habituais análises, entrevistas e reportagens, podemos encontrar ainda um tributo a Anthony Minghella, uma nova secção dedicada ao Merchandise e a participação do mestre Lauro António, que encerra a revista com algumas das suas memórias.

 

E não se esqueçam de participar nos passatempos. Este mês, decidimos oferecer:

 

Nós Controlamos a Noite: Convites para a Antestreia [Pag.2] [Acaba Hoje]

Control: DVDs [Pag.13]

Rambo: Triologia Definitiva DVDs [Pag.51]

30 Dias de Escuridão: DVDs [Pag.55]

O Escafandro e a Borboleta: DVDs [Pag.67]

 

http://take.com.pt/

 

tags:
publicado por ZB às 17:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 13 de Abril de 2008

Ranking de Séries (13 de Abril)

As séries começam a regressar com novos episódios, após paragem forçada devido à greve. Esta semana, regressaram “30 Rock”, “Samantha Who?”, “Scrubs” e “The Office”. Confiram as mudanças que esses regressos impuseram no ranking.  

 

tags:
publicado por ZB às 20:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Ronda de Críticas (13 de Abril)

publicado por ZB às 19:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 12 de Abril de 2008

Battlestar Galactica – 4x2 – Six of One (Sci Fi)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

Ruptura. Essa será a melhor palavra para descrever o que se passou neste segundo episódio de “Battlestar Galactica”. Ruptura entre Adama e Roslin. Ruptura entre os modelos humanóides dos Cylons.

 

O episódio inicia-se onde terminou na semana passada. Starbuck aponta uma arma a Roslin e relembra o passado, evocando várias razões para que possam confiar nela e o facto dela ter confiado nas visões de Roslin sem sequer por em causa a sua veracidade. Desesperada, Starbuck entrega a arma a Roslin e diz-lhe para que dispare caso acredite que ela é um Cylon. Roslin não hesita, mas falha. Logo de seguida, Adama, Tigh e Helo chegam ao local e prendem Starbuck, que continua a insistir que a frota segue no caminho oposto à rota que os levará à Terra.

 

Acreditar em Starbuck ou não, eis a questão. Roslin, às portas da morte, tem pressa em encontrar a Terra. Ela quer, acima de tudo, ser o líder moribundo que conduz os humanos à salvação de que as escrituras falam. E acredita piamente que Starbuck não é quem diz ser, que não passa de um engodo Cylon, que o destino da frota não lhe pode ser confiado. Por seu lado, Adama luta no seu íntimo com a questão de que se deve acreditar em Starbuck, quem ele considera praticamente como sua filha, ou não. Que talvez até tenha mesmo acontecido uma espécie de milagre. Que Roslin está receosa de morrer sem cumprir aquele que julga ser o seu destino e que isso poderá a estar-lhe a toldar o seu discernimento.

 

Todo este conflito de opiniões origina uma nova ruptura entre Adama e Roslin, naquela que será a melhor cena do episódio e mesmo da quarta temporada até ao momento. Edward James Olmos e Mary McDonnell demonstram, mais uma vez, toda a sua qualidade como actores e presenteiam-nos com uma tocante troca de palavras, algumas delas bastante duras, como esta frase que me ficou imediatamente cravada no pensamento: “[…] or that your death may be as meaningless as everyone else’s”, ou seja, “que a tua morte seja tão insignificante como a de todos os outros”.

 

Mas, nem só a bordo da Galactica as coisas correm mal. Na frota Cylon, os modelos humanóides decidem proceder a uma votação para saber o que fazer com os seus raiders, que se recusam a combater os humanos desde que um deles se apercebeu que os cinco Cylons finais estarão a bordo da frota humana. Os modelos Six, Shannon e Leoben acreditam nos raiders, enquanto os Calvin, os Simons e os Doral não acreditam e nem sequer querem que se fale no assunto, visto ser algo proibido dentro na comunidade Cylon. Estes três últimos modelos insistem que se deve efectuar uma lobotomia nos raiders de modo a que estes possam ser reprogramados a atacar os humanos.

 

Surge um impasse, com três votos de cada lado, e é então que Calvin surpreende todos apresentando como voto decisivo um dos modelos Shannon, a Boomer. Escandalizados com o facto de ser a primeira vez que um dos espécimes toma uma posição diferente aos restantes do mesmo modelo, as Six, os Leobens e as restantes Shannons decidem trazer à discussão os Centuriões, retirando-lhes um inibidor de razão, que permitia aos Cylon humanóides controlá-los, e agora os deixa pensarem por si próprios.

 

O conflito entre os Cylons demora efectivamente a arrancar, e apenas no final do episódio as coisas se tornam interessantes. E nunca esperei que eles fossem “despertar” os Centuriões. Sempre pensei que eles iriam recuperar a D’Anna, que era um dos modelos que estariam a seu favor, mas fizeram algo bem mais drástico e que tenho quase a certeza de que se vão arrepender. Parece-me que se está à beira de uma guerra civil dentro da frota Cylon.

 

Ainda falando de Cylons, mas agora dos quatro modelos recentemente revelados, foi interessante vê-los querendo saber quem é o modelo ainda não revelado e que os irá completar. A ideia de que o Baltar saberia algo e a estratégia utilizada para conseguir a informação que pretendem foi bem pensada. E gosto bastante da ideia deles estarem, cada vez mais, a trabalharem em conjunto. Só resta saber se o continuarão a fazer em prol ou contra os humanos. Desta linha de argumento, surgiu ainda uma interessante novidade: a corporificação de um Baltar subconsciente na mente do próprio Baltar.

 

Resta referir a sentida despedida de Lee Adama. Ainda não percebi que papel vai ter o personagem na série com a sua saída da Galactica. Veremos o que nos reserva o futuro.

 

Nota: 8.8/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 20:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Mais "Lost" e mais "Grey's"

 

Como o Diogo já tinha referido nos comentários, está confirmada a hora extra de “Lost”. O mais engraçado de tudo é que, devido à hora adicional de “Lost”, também “Grey’s Anatomy” vai ter direito a mais um episódio.

 

Carlton Cuse e Damon Lindelof convenceram a dar mais uma hora à série, mas impuseram que as últimas duas horas da temporada fossem transmitidas no mesmo dia. E como para 22 de Maio estavam marcados os seasons finales de “Ugly Betty” e “Grey’s Anatomy”, não era possível encaixar as duas horas de “Lost” nesse dia. Assim, a ABC acrescentou uma hora ao final de “Grey’s Anatomy” para o dia 22, e mudou 2 das 3 horas do final de “Lost” para 29 de Maio.

 

Isto implica que fique um buraco entre a primeira parte do final de temporada, marcada para 15 de Maio, e as duas últimas partes do final marcadas para 29 de Maio.

 

 

May 15
8 pm: Ugly Betty
9 pm: Grey's Anatomy
10 pm: Lost (part 1 finale)

May 22
8 pm: Ugly Betty finale
9-11 pm: Two-hour Grey's Anatomy finale

May 29
8 pm: Lost encore (part 1 finale)
9-11 pm: Two-hour Lost finale

 

Aqui fica também a nova promo ao próximo episódio de “Lost”:

 

 
publicado por ZB às 16:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Reality Show favorito

 

Reality Shows são como uma praga. É um fenómeno que surgiu no final dos anos oitenta (“Cops”), que se tem multiplicado através do globo, invadindo as nossas casas quase sem pedir licença, adaptando-se e expandindo-se a inúmeras áreas sociais, culturais e desportivas.

 

Se são gulty pleasures ou não, depende de quem os vê. Para mim, são um guilty pleasure. E um daqueles onde o sentimento de culpa é bastante forte, tendo até já negado ter visto determinado programa só para não causar má impressão.

 

Apesar disso, confesso que vejo, ou já vi, vários programas do género. Existem muitos que nem sequer me chego perto, seja porque o conceito ou o formato não me agradam ou por preferir não perder tempo com televisão sem cérebro, mas a verdade é que existe sempre um ou dois pelos quais admito estar, ou ter estado, viciado.

 

Um deles é o “Survivor”.

 

O “Survivor” tem vários factores que me compeliram para o programa logo desde o início. Em primeiro lugar, o mote do programa, o facto de pessoas terem de sobreviver pelos seus próprios meios em lugares remotos. Depois, aqueles jogos básicos, que me transportaram de imediato para a minha infância, para lembranças felizes dos “Jogos Sem Fronteiras”. E, por último, as relações interpessoais, onde se pode esperar tudo, de toda a gente.

 

Depois de ter visto duas edições americanas, que passaram nos canais nacionais, e a edição portuguesa, fiquei muitos anos sem qualquer tipo de contacto com o programa, mas agora voltei a vê-lo e estou completamente viciado. De novo. E, como passou tanto tempo, já existem 16 temporadas (a décima sexta decorre neste momento). Juntando as duas que já tinha visto e outras duas que vi de rajada há poucos dias, ainda me restam 12 edições para ver, deixando a porta aberta ao vício ainda por muito tempo.

 

Além disso, já estou de olho em outro programa deste género, o multi-premiado com o Emmy, “Amazing Race”.

 

E vocês? Mesmo que possam não gostar de admitir, têm algum reality show favorito (ou vários)? Deixem a vossa opinião ou sugestão nos comentários.

 

publicado por ZB às 19:42
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

CSI: cena cortada do episódio da semana passada

 

O episódio da semana passada de “CSI”, quando a série regressou de hiatos devido à greve, supostamente teria uma cena adicional, e que acabou por ser cortada, que originou alguma conversa antes do episódio ser transmitido. Não vou revelar nada devido ao SPOILER que é para quem ainda não viu as últimas três temporadas. Não é nada de fora do normal, mas é engraçada.

  

tags: ,
publicado por ZB às 18:51
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

 

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

tags

24(10)

90210(1)

abc(31)

alias(1)

aliens in america(1)

amc(1)

audiências(6)

axn(1)

back to you(2)

balanço da temporada(12)

banda sonora(3)

big shots(1)

bionic woman(3)

blogs(3)

bones(1)

boston legal(2)

brothers & sisters(2)

bsg(34)

californication(2)

cancelamentos(3)

canterbury's law(2)

castings(5)

cbs(10)

chuck(3)

csi(4)

damages(2)

desperate housewives(2)

dexter(7)

dirt(2)

dirty sexy money(3)

dvd(41)

dvd: raio-x(5)

emmys 2008(2)

estreias tv portuguesa(19)

find 815(3)

fox(22)

friday night lights(7)

fringe(3)

fx(5)

golden globes(6)

gossip girl(5)

grande massacre 2007(2)

grelha 2008-09(10)

greve(38)

grey's anatomy(12)

hbo(3)

heroes(17)

house(10)

how i met your mother(2)

jericho(9)

journeyman(2)

k-ville(2)

knight rider(9)

lançamentos(35)

lançamentos dvd: espanha(8)

lançamentos dvd: portugal(18)

lost(62)

machadadas(12)

mad men(2)

melhores 2007(15)

miss guided(2)

moonlight(2)

nbc(35)

new amsterdam(2)

nip/ tuck(3)

notícias(160)

off-topic(18)

one tree hill(3)

opinião(2)

óscares(2)

passatempos(8)

prémios(10)

prison break(8)

promos(38)

pushing daisies(3)

ranking(32)

regresso ao passado(5)

ronda de críticas(55)

samantha who?(4)

scifi(13)

sensual tv(8)

série recomendada(2)

showtime(11)

sondagens(2)

speechless(5)

stargate atlantis(2)

take(4)

tell me you love me(3)

terminator: the sarah connor chronicles(7)

the 4400(2)

the cw(7)

the office(5)

the return of jezebel james(2)

the shield(5)

the tudors(5)

til death(2)

tv nacional(23)

ugly betty(2)

vídeos(69)

x marca o local(36)

todas as tags

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

pesquisar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds