Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

FX: Californication estreia esta noite

Californication – Quinta-feira, 31 de Janeiro – 23h15 – FX (review)

 

 

Sinopse: Hank (David Duchovny) muda-se para Los Angeles depois do seu livro, um best-seller, ser adaptado para cinema. Mas o filme resulta numa pobre comédia romântica, provocando-lhe um bloqueio artístico. Enquanto lida com esta crise, surgem outras: uma filha adolescente e a paixão que ainda sente pela ex-namorada, apesar dela ir casar com outro.

 

Repetições:

01-02-2008 18:55
02-02-2008 19:57
03-02-2008 17:07

 

publicado por ZB às 18:26
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

SCI FI dá luz verde à transição de “Sanctuary” para o pequeno ecrã

 

O SCI FI Channel deu luz verde à transição de “Sanctuary” da Internet para o pequeno ecrã, a qual se tornará na primeira série de televisão que utilizará actores em ambientes virtuais ao estilo de “300” e “Sin City”.

 

O SCI FI pediu 13 episódios da série, que já conta com oito webisódios, tendo sido a primeira série de ficção científica disponibilizada em alta definição na Internet.

 

“Sanctuary” é uma produção de um trio de “Stargate SG-1”, a actriz Amanda Tapping, o guionista e produtor Damian Kindler, e o produtor e realizador Martin Wood, e ainda de Sam Egan.

 

Tapping interpreta a enigmática Dra. Helen Magnus que, juntamente com um jovem seu protegido, Will Zimmerman (Robin Dunne), procuram, auxiliam e protegem estranhas criaturas que percorrem a Terra.

 

“Sanctuary”, que apresenta 90% dos seus cenários feitos em CGI, vai ser reformulada para a sua transição para a televisão, na qual se inclui a criação de um episódio piloto de duas horas e a expansão de algumas das suas personagens.

 

Podem saber mais informações sobre a série em www.sanctuaryforall.com.

 

Em baixo, encontram o trailer feito para os webisódios e se procurarem no Youtube conseguirão encontrar alguns desses mesmos webisódios.

 

 

tags:
publicado por ZB às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Luciana Abreu no Sensual TV

publicado por ZB às 15:22
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Regresso ao Passado: Dead Like Me (2003-2004)

 

“Dead Like Me” é uma série da Showtime, criada por Bryan Fuller (“Wonderfalls”, “Pushing Daisies”) – o qual acabou por abandonar a mesma ao fim de apenas cinco episódios por divergências criativas com a produtora MGM Television –, que foi cancelada ao fim de duas temporadas.

 

Georgia “George” Lass (Ellen Muth) é uma jovem que perdeu o rumo da sua vida. Abandonou a faculdade e vive em casa dos pais sem ambições. Não tem amigos e despreza a sua família. Forçada pela mãe, Joy Lass (Cynthia Stevenson), a procurar emprego, começa a trabalhar na Happy Times Temporary Services, uma empresa de trabalho temporário. No seu primeiro dia de trabalho, durante a pausa para almoço, George morre após ser atingida por uma das sanitas da estação espacial MIR, na altura em que a mesma se desintegrou na atmosfera terrestre. No momento após a sua morte, George conhece Rube Sofer (Mandy Patinkin) que lhe revela que em vez de seguir para o «Além», ela se transformará numa «grim reaper», uma colectora de almas. O rol de personagens da série estende-se ainda a Mason (Callum Blue), Roxy (Jasmine Guy), Daisy Adair (Laura Harris), Reggie Lass (Britt McKillip), Clancy Lass (Greg Kean) e Delores Herbig (Christine Willes), entre outras.

 

Numa mistura quase perfeita de humor negro e drama, “Dead Like Me” é uma original incursão na «vida depois da morte». Por um lado, temos um grupo de personagens que vive numa espécie de mundo alternativo, os «grim reapers», figuras bastante caricatas, que lidam com a morte como se fosse apenas mais uma profissão, uma tarefa que alguém tem de cumprir, e que muitas vezes a encaram como algo de divertido. Ao mesmo tempo, um outro grupo de personagens, a família de George, vive o lado dramático da questão, o lado real de se perder alguém, com consequências devastadoras a nível emocional e a nível das relações humanas.

 

Apesar de ficar sempre a sensação que lhe falta algo para se tornar fenomenal, é uma série que raramente desaponta, mesmo durante uma segunda temporada menos conseguida.

 

Divertida. Sensível. Tocante. Excêntrica. Original. São 29 episódios de grande qualidade, com uma conclusão quase perfeita.

 

 Créditos Inicias

Trailer 

 Promo

     

 

publicado por ZB às 12:24
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Heroes: nova promo ao terceiro volume

 

Mais uma promoção ao terceiro volume de “Heroes” que, mesmo que a greve acabasse hoje, muito provavelmente não seria exibido antes da próxima temporada. Seja como for, é uma promo bastante promissora (cuidado com os SPOILERS).

 

publicado por ZB às 10:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Lost: o novo «Bando dos Quatro»

tags:
publicado por ZB às 15:53
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

DVD: 1.ª temporada de "Shark" lançada em Espanha com legendas PT a 5 de Março

 

“Shark”, série conhecida em Portugal como “A Lei do Mais Forte” (SIC, FOX), vai ser lançada em Espanha, a 5 de Março, com legendas em português. A edição, que custará 41,95 euros, terá imagem 16/9, audio 5.1 Dolby Digital e alguns extras como comentários áudio, cenas eliminadas e um making of.

 

Para amanhã, além da já referida noutro post edição da primeira temporada de “Monk”, está prevista também a primeira temporada de “Seaquest DSV”, série de 1993 com Roy Scheider, também com legendas em português, a cerca de 35 euros.

 

publicado por ZB às 11:46
link do post | comentar | favorito
|

Crash: da tela ao pequeno ecrã

 

”Crash”, é uma nova série baseada no filme homónimo vencedor do Óscar em 2006, que tem estreia marcada para 2008, e é também a primeira série dramática original do canal Starz. O início da produção, de um total de 13 episódios, está marcado para a Primavera deste ano.

 

Alguns dos elementos-chave do filme estarão também envolvidos na produção da série, onde se inclui o próprio realizador, co-argumentista e produtor Paul Haggis, o co-argumentista e produtor Bobby Moresco, o produtor Bob Yari, o produtor Don Cheadle, o produtor Mark R. Harris e o produtor executivo Tom Nunan.

 

«”Crash” introduziu um rol de personagens fascinantes, cujas histórias interligadas são ideais para uma adaptação à televisão», comentou Stephan Shelanski, vice-presidente executivo da programação do Starz Entertainment. «O Starz é o canal premium para filmes, por isso é apropriado que um filme oscarizado seja a base da nossa primeira série dramática. O facto de elementos-chave da produção do filme estarem envolvidos nesta adaptação assegura que a nossa série manterá os elevados níveis de talento e criatividade que o filme exibiu».


Distribuído pela Lionsgate, ”Crash” é o segundo filme vencedor de um Óscar a tornar-se numa série televisiva. “No Calor da Noite (In The Heat of the Night)” foi o primeiro.

 

tags:
publicado por ZB às 10:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Lost: Mobisódio 13 (So It Begins – E Assim Se Inicia)

 

Este é o décimo terceiro e último «mobisódio» de “Lost”, um do conjunto de episódios de dois a três minutos feitos para serem transmitidos através de telemóveis. As pequenas histórias, intituladas “Missing Pieces”, não são cenas cortadas, mas novo material gravado, e fazem parte da história geral da série, ficando a cargo dos fãs descobrir onde encaixam.

 

E é claro que, para o fim, deixaram o mais intrigante! :)

 

Podem ver os restantes aqui:

 

Lost: Mobisódio 12 (The Envelope - O Envelope)

Lost: Mobisódio 11 (Jin Has a Temper-Tantrum On the Golf Course)

Lost: Mobisódio 10 (Jack, Meet Ethan. Ethan? Jack)

Lost: Mobisódio 9 (Tropical Depression – Depressão Tropical)

Lost: Mobisódio 8 (Buried Secrets – Segredos Enterrados)

Lost: Mobisódio 7 (Artz & Crafts)

Lost: Mobisódio 6 (Room 23 – Quarto n.º 23)

Lost: Mobisódio 5 (Operation Sleeper – Operação Sleeper)

Lost: Mobisódio 4 (The Deal - O Acordo)

Lost: Mobisódio 3 (King of The Castle – O Rei do Castelo)

Lost: Mobisódio 2 (Hurley and Frogurt)

Lost: Mobisódio 1 (The Watch – O Relógio)

 

tags: ,
publicado por ZB às 16:47
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

DVD: 1.ª temporada de "Monk" lançada em Espanha com legendas PT

A primeira temporada de “Monk” vai ser lançada, na próxima quarta-feira, em Espanha. A edição tem legendas em português. Parece que não terá nenhum material extra.

 

 

publicado por ZB às 11:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

SAG Awards: Vencedores

 

FILM

Outstanding Performance by a Cast in a Motion Picture
No Country for Old Men

Outstanding Performance by a Male Actor in a Leading Role
Daniel Day-Lewis, There Will Be Blood

Outstanding Performance by a Female Actor in a Leading Role
Julie Christie, Away From Her

Outstanding Performance by a Male Actor in a Supporting Role
Javier Bardem, No Country for Old Men

Outstanding Performance by a Female Actor in a Supporting Role
Ruby Dee, American Gangster

Performance by a Stunt Ensemble in a Motion Picture
The Bourne Ultimatum

 

TV

Outstanding Performance by a Male Actor in a Drama Series
James Gandolfini, The Sopranos

Outstanding Performance by a Female Actor in a Drama Series
Edie Falco, The Sopranos

Outstanding Performance by a Male Actor in a Comedy Series
Alec Baldwin, 30 Rock

Outstanding Performance by a Female Actor in a Comedy Series
Tina Fey, 30 Rock

Outstanding Performance by an Ensemble in a Drama Series
The Sopranos

Outstanding Performance by an Ensemble in a Comedy Series
The Office

Outstanding Performance by a Male Actor in a Television Movie or Miniseries
Kevin Kline, As You Like It

Outstanding Performance by a Female Actor in a Television Movie or Miniseries
Queen Latifah, Life Support

Performance by a Stunt Ensemble in a Television Series
24

 

publicado por ZB às 10:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Ranking de Séries (27 de Janeiro)

Esta semana, o «Ranking de Séries» não apresenta muitas mexidas, como tem sido habitual nestes tempos de greve. As mais significativas foram a entrada de “Breaking Bad” para a quinta posição, depois da boa pontuação obtida pelo episódio piloto da nova série do AMC, e a descida de “Terminator: The Sarah Connor Chronicles” para o 15.º lugar. Destaque ainda para a despedida de “Chuck”, que esgotou os episódios que tinha para exibir. Para a semana, o ranking regressa, algo me diz, com um novo líder! ;)

 

 

 

 

tags:
publicado por ZB às 20:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 26 de Janeiro de 2008

Ronda de Críticas (26 de Janeiro)

publicado por ZB às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Nip/ Tuck – 5x10 - Magda and Jeff (FX)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

O mais recente episódio foi algo inquietante para mim. Durante o meu périplo matinal pelos órgãos de comunicação norte-americanos dedicados ao entretenimento, fiquei a saber, involuntariamente, que alguém tinha morrido durante o episódio. Consegui evitar saber quem, mas essa “meia verdade” acabou por me deixar perturbado quando, desde o início, nos apercebemos que Julia (Joely Richardson) está a revelar sintomas muito graves derivados do envenenamento inconsciente a que foi sujeita num episódio anterior, levado a cabo pela pérfida Éden (AnnaLynne McCord). Essa ansiedade tornou-se ainda maior porque tinha presente que a actriz já tinha abandonado a série anteriormente, quase a meio da temporada passada, devido a problemas familiares. Se esta temporada de “Nip/ Tuck” tem sido (e continua a ser) uma imensa desilusão, imaginem a decepção que seria ver a melhor actriz de todo o elenco a sair da série.

 

Felizmente, tal não aconteceu e a personagem a quem dissemos adeus, não vai ser tão imprescindível como seria Julia, apesar de ser uma perda substancial. E porquê? Porque a personagem interpretada pela excelente Jessalyn Gilsig, uma verdadeira «salta-pocinhas» nos últimos tempos, sempre foi a parceira ideal do Christian, aquela que mais mexia com ele, aquela que era o seu reflexo. Aquela que deveria ter-se tornado presença regular na série em vez da Kimber.

 

O estranho de toda esta linha de argumento, foi a maneira «a martelo» como Gina aparece em Los Angeles, isto ainda no episódio anterior. Além disso, a forma como nos despedimos da personagem desperta-me sentimentos ambíguos. Por um lado, pareceu-me bem o facto dela ter confessado os seus sentimentos ao Christian e o facto dele ter cedido ao apelo dela. Por outro, a cena final acabou por me parecer demasiado ridícula.

 

Quanto ao resto do episódio, a aproximação entre a Julia e o Sean foi comovente, por tudo o que estes personagens viveram em comum, e por ser algo que parece certo, ao contrário da relação entre a Julia e o Christian, que se revela demasiado fútil. E, já agora, o que é feito da Olívia!? A Julia está doente e passa o tempo na casa do Christian? E a Olívia não suspeita de nada, nem dá sinais de vida? Estranho…

 

Para finalizar, não posso deixar de fazer referência à nova personagem, uma misteriosa mulher, que se faz agente de Sean praticamente do nada, e que parece ter outro tipo de interesse nele além de uma relação profissional. Humm…

 

Nota: 8.3/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 17:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

WGA celebra acórdãos com a Lionsgate e a Marvel Studios

 

O Writers Guild of America (WGA), o sindicato dos argumentistas, chegou a acordo com duas importantes produtoras: a Lionsgate e a Marvel Studios.

 

A Lionsgate é uma das maiores produtoras e distribuidoras independentes de filmes, programas de televisão, entretenimento familiar e video-on-demand. Alguns dos próximos filmes da Lionsgate são: “The Eye”, “Rambo”, “Tyler Perry's Meet the Browns”,Forbidden Kingdom”, “My Best Friend's Girl”, “Punisher: War Zone”, “Saw 5” e “Will Eisner's The Spirit”. E algumas das series são: "Weeds" (Showtime, quarta temporada), "Mad Men" (AMC, segunda temporada), and "Fear Itself" (NBC, temporada de estreia).

 

A Marvel Studios, uma subsidiária da Marvel Entertainment, Inc. tem previsto para o Verão os blockbustersIron Man” e “The Incredible Hulk”, e para o futuro próximo os filmes “Captain America”, “Thor”, “Ant-Man”, e “The Avengers".

 

O acordo é similar aos já anunciados com a United Artists, a Worldwide Pants, a Spyglass Entertainment, a MRC, a Jackson Bites, a Mandate Films, e a Sidney Kimmel Entertainment.

 

publicado por ZB às 12:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Lost: só falta uma semana!

 

É verdade, só falta mesmo uma semana para o regresso de “Lost”!

 

Para a estreia da quarta temporada, a ABC planeia uma exibição especial do último episódio da terceira, “Through the Looking Glass”, com a introdução de factos sobre a história e pistas sobre a mitologia da série no ecrã enquanto o episódio é transmitido. Dizem que os factos apresentados serão interessantes quer para quem já viu a série, bem como para novos públicos.

 

Em baixo, temos ainda um novo trailer (cuidado que existe um ENORME SPOILER sobre alguém com os mesmos poderes do Patchy!!), e ainda 5 “sneak peaks” do primeiro episódio da quarta temporada, “The Beginning of the End”.

 




publicado por ZB às 10:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Lost: Mobisódio 12 (The Envelope - O Envelope)

 

Este é o décimo segundo «mobisódio» de “Lost”, mais um do conjunto de episódios de dois a três minutos feitos para serem transmitidos através de telemóveis. As pequenas histórias, intituladas “Missing Pieces”, não são cenas cortadas, mas novo material gravado, e fazem parte da história geral da série, ficando a cargo dos fãs descobrir onde encaixam.

 

Podem ver os restantes aqui:

 

Lost: Mobisódio 11 (Jin Has a Temper-Tantrum On the Golf Course)

Lost: Mobisódio 10 (Jack, Meet Ethan. Ethan? Jack)

Lost: Mobisódio 9 (Tropical Depression – Depressão Tropical)

Lost: Mobisódio 8 (Buried Secrets – Segredos Enterrados)

Lost: Mobisódio 7 (Artz & Crafts)

Lost: Mobisódio 6 (Room 23 – Quarto n.º 23)

Lost: Mobisódio 5 (Operation Sleeper – Operação Sleeper)

Lost: Mobisódio 4 (The Deal - O Acordo)

Lost: Mobisódio 3 (King of The Castle – O Rei do Castelo)

Lost: Mobisódio 2 (Hurley and Frogurt)

Lost: Mobisódio 1 (The Watch – O Relógio)

 

tags: ,
publicado por ZB às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Lançamentos em DVD no mercado português: Janeiro (actualização)

 

À venda

 

Angel – 1.º temporada (Play Entertainment) – 39,95€ (Fnac)

Boston Legal – 3.ª temporada (Play Entertainment) – 49,95€ (Fnac)

Cadfael – Série III e IV – 24,99€ (Fnac)

Dr. Who – Série 1 – Parte 2 – 19,99€

Entourage (Vidas em Hollywood) – 3.ª temporada – Parte 2 (Play Entertainment) – 24,95€ (Fnac)

Norte e Sul – A Colecção – Volume 3 – Céu e Inferno (Play Entertainment) – 24,95€ (Fnac)

What I Like About You (O Que Mais Gosto em Ti) – 1.ª temporada (Play Entertainment) – 24,95€ (Fnac)

 

Incerto

 

L Word (A Letra L) – 3.ª temporada (Play Entertainment)

Lei e Ordem – 4.ª temporada (Universal) – 16,90€ (Fnac)

Lei e Ordem: Intenções Criminais – 1.ª temporada (Universal) – 45,95€ (Fnac)

O Incrível Hulk – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

X-Files (Ficheiros  Secretos) - 7ª temporada Completa (Play Entertainment) – 39,95€ (Fnac) 

 

publicado por ZB às 10:15
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Não sabes que série ver enquanto não tens novos episódios das tuas favoritas? E que tal esta?

 

“Conscience is a killer”.

 

“The Shield” é uma série policial pouco convencional, moralmente ambígua, onde a linha entre o certo e o errado é atravessada a toda a hora. A série foca-se num estado de tensão constante entre um grupo de polícias corruptos, mas eficientes, e o seu capitão que pretende desmascará-los como forma de impulsionar a sua carreira política. Michael Chiklis (“Fantastic 4”) protagoniza a série no papel do Detective Vic Mackey, líder de uma unidade de elite de uma das esquadras de polícia de Los Angeles, que é bastante eficaz a eliminar o crime das ruas, mas que opera de acordo com as suas próprias regras. Benito Martinez (“Million Dollar Baby”), interpreta o Capitão David Aceveda, que não gosta das tácticas à margem da lei de Mackey e pretende desmascarar os seus actos ilícitos de forma a elevar a sua carreira política. CCH Pounder (“ER”), é a Detective Claudette Wyms, uma veterana que conhece a forma de operar de Mackey e sabe jogar em ambos os lados da força.

 

“The Shield” foi criada por Shawn Ryan e, este ano, terá a sua última temporada (a sétima). Ganhou um Globo de Ouro em 2003, à semelhança de Michael Chiklis pelo papel de Vic Mackey (que também ganhou o Emmy em 2002), e teve inúmeras nomeações a diferentes prémios.

 

Em Portugal, o AXN está a repetir a quarta temporada à segunda-feira, dois episódios a partir das 06h50, e a TVI começou recentemente a exibir a sexta temporada, à quinta-feira, a partir da 01h00.

 

Além disso, existe edição portuguesa da série até à quarta temporada, estando a quinta prevista para Março.

 

 

 

publicado por ZB às 16:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Heath Ledger (1979-2008)

tags:
publicado por ZB às 10:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Heath Ledger morreu!!!!

 

Grande choque! Parece que o actor foi encontrado morto, de uma possível overdose, num apartamento da Mary-Kate Olsen. Era um excelente actor. Muita pena… RIP.

 

“Heath Ledger was found dead Tuesday in a Manhattan apartment in a possible drug-related death, police said. He was 28.

According to the New York Times, Ledger was found naked and unconscious with pills strewn all around him in an apartment owned by actress Mary-Kate Olsen.

NYPD spokesman Paul Browne said Ledger had an appointment for a massage at the apartment. The housekeeper, who went to let Ledger know the masseuse was there, found him unconscious at approximately 3:30 p.m. ET, according to the New York Times. After receiving no response from the actor after shaking him, they called authorities”.

 

tags:
publicado por ZB às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

BSG: Falso (!?!?) trailer da 4.ª temporada

publicado por ZB às 20:38
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Off-Topic: Nomeações aos Óscares 2008

 

BEST PICTURE
Atonement
Juno
Michael Clayton
No Country for Old Men
There Will Be Blood

 

BEST ACTOR
George Clooney, Michael Clayton
Daniel Day-Lewis, There Will Be Blood
Johnny Depp, Sweeney Todd
Tommy Lee Jones, In the Valley of Elah
Viggo Mortensen
, Eastern Promises

 

BEST ACTRESS
Cate Blanchett, Elizabeth: The Golden Age
Julie Christie, Away From Her
Marion Cotillard, La Vie en Rose
Laura Linney, The Savages
Ellen Page, Juno

 

BEST SUPPORTING ACTOR
Casey Affleck, The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford
Javier Bardem, No Country for Old Men
Philip Seymour Hoffman, Charlie Wilson's War
Hal Holbrook, Into the Wild
Tom Wilkinson, Michael Clayton

 

BEST SUPPORTING ACTRESS
Cate Blanchett, I'm Not There
Ruby Dee, American Gangster
Saoirse Ronan, Atonement
Amy Ryan, Gone Baby Gone
Tilda Swinton, Michael Clayton

 

BEST DIRECTOR
Paul Thomas Anderson, There Will Be Blood
Joel and Ethan Coen, No Country for Old Men
Tony Gilroy, Michael Clayton
Jason Reitman, Juno
Julian Schnabel, The Diving Bell and the Butterfly

 

BEST ORIGINAL SCREENPLAY
Brad Bird, Ratatouille
Diablo Cody, Juno
Tony Gilroy, Michael Clayton
Tamara Jenkins, The Savages
Nancy Oliver, Lars and the Real Girl

 

BEST ADAPTED SCREENPLAY
Paul Thomas Anderson, There Will Be Blood
Joel Coen and Ethan Coen, No Country for Old Men
Christopher Hampton, Atonement
Ronald Harwood, The Diving Bell and the Butterfly
Sarah Polley, Away From Her

 

BEST ANIMATED FEATURE
Persepolis
Ratatouille
Surf's Up

 

BEST ART DIRECTION
American Gangster
Atonement
The Golden Compass
Sweeney Todd
There Will Be Blood

 

BEST CINEMATOGRAPHY
The Assassination of Jesse James…
Atonement
The Diving Bell and the Butterfly
No Country for Old Men
There Will Be Blood

 

BEST COSTUME DESIGN
Across the Universe
Atonement
Elizabeth: The Golden Age
La Vie en Rose
Sweeney Todd

 

BEST DOCUMENTARY
No End in Sight
Operation Homecoming: Writing the Wartime Experience
Sicko
Taxi to the Dark Side
War/Dance

 

BEST DOCUMENTARY SHORT SUBJECT
Freeheld
La Corona (The Crown)
Salim Baba
Sari’s Mother

 

BEST EDITING
The Bourne Ultimatum
The Diving Bell and the Butterfly
Into the Wild
No Country for Old Men
There Will Be Blood

 

BEST FOREIGN-LANGUAGE FILM
Beaufort (Israel)
The Counterfeiters (Austria)
Katyn (Poland)
Mongol (Kazakhstan)
12 (Russia)

 

BEST MAKEUP
La Vie en Rose
Norbit
Pirates of the Caribbean: At World's End

 

BEST ORIGINAL SCORE
Atonement
The Kite Runner
Michael Clayton
Ratatouille
3:10 to Yuma

 

BEST ORIGINAL SONG
''Falling Slowly,'' Once
''Happy Working Song,'' Enchanted
''Raise It Up,'' August Rush
''So Close,'' Enchanted
''That's How You Know,'' Enchanted

 

BEST SOUND EDITING
The Bourne Ultimatum
No Country for Old Men
Ratatouille
There Will Be Blood
Transformers

 

BEST SOUND MIXING
The Bourne Ultimatum
No Country for Old Men
Ratatouille
3:10 to Yuma
Transformers

 

BEST VISUAL EFFECTS
The Golden Compass
Pirates of the Caribbean: At World's End
Transformers

 

BEST ANIMATED SHORT
I Met the Walrus
Madame Tutli-Putli
Meme Les Pigeons Vont au Paradis (Even Pigeons Go to Heaven)
My Love (Moya Lyubov)
Peter & the Wolf

 

BEST LIVE-ACTION SHORT
At Night
Il Supplente (The Substitute)
Le Mozart des Pickpockets (The Mozart of Pickpockets)
Tanghi Argentini
The Tonto Woman

 

 

publicado por ZB às 14:24
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Mad Men – Primeira Temporada (AMC)

 

Muita gente questionava-se, há já algum tempo, sobre a razão de tanta atenção que “Mad Men” tinha despertado junto da crítica norte-americana. Muitos outros ficaram ainda mais surpreendidos quando a série original do canal AMC recebeu o Globo de Ouro para “Melhor Série Dramática”, durante a última edição dos prestigiados prémios entregues pela imprensa estrangeira de Hollywood.

 

Afinal, qual é o atractivo em “Mad Men”? O que torna esta série distinta de tantas outras e, segundo muitos, uma das melhores de 2007?

 

 “Mad Men”, criada por Matthew Weiner em 2000, antes de se tornar escritor em “The Sopranos”, chegou ao pequeno ecrã pela mão do canal de cabo AMC, após a HBO não ter demonstrado interesse no guião. A série transporta-nos aos bastidores da agência de publicidade “Sterling Cooper”, onde encontramos Don Draper (Jon Hamm), director criativo, e o personagem principal da história, um homem ambicioso, confiante, com uma queda para as mulheres e com um misterioso passado que nem a sua própria esposa, Betty Draper (January Jones), conhece. Entre o imenso rol de secundários, aqueles que maior destaque têm na história de “Mad Men” são: Peggy Olsen (Elisabeth Moss), a nova secretária de Draper; Pete Campbell (Vincent Kartheiser), um jovem ambicioso que almeja o lugar de Draper dentro da empresa; e Roger Sterling (John Slattery), um dos sócios e bom amigo de Draper.

 

O grande triunfo de “Mad Men” é recriação da América dos anos sessenta. Todos os adereços, desde o guarda-roupa, passando pelos acessórios e pelos produtos da época, e terminando nos cenários. O fumar em cadeia, quando ainda era nova a ideia de que o tabaco fazia mal à saúde. A política, apesar de não muito vincada, aparece constantemente em segundo plano. A breve incursão no movimento hippie. Mas, sobretudo na reconstituição do ambiente de repressão exercido pelo homem em relação à mulher. Basta dizer que, a dada altura, as mulheres são comparadas a cães. Juntem a isso uma incursão no mundo da publicidade e um elenco bastante competente, que funciona perfeitamente como ensemble, e temos a receita para uma boa série de televisão. E, já agora, deixem-me elogiar também o excelente genérico inicial.

 

Contudo, julgo que “Mad Men” acaba por falhar num pormenor bastante importante: que é ser cativante. As histórias, mesmo tendo algum interesse, são conhecidas há muito e são contadas de forma demasiado monótona. E só quando chegamos ao quinto episódio é que conseguimos deixar os bocejos de lado. “Five G”, o episódio em questão, aborda pela primeira vez o passado desconhecido do personagem principal, Don Draper, e marca o ponto de viragem em termos de narrativa, proporcionando-nos alguns episódios bem mais interessantes como “The Hobo Code”, “Nixon vs. Kennedy” ou “The Weel”.

 

“Mad Men” não é o fenómeno que muitos querem fazer crer, mas é um bom entretenimento. A ver, mas quem o fizer, que não o faça à noite, a não ser que sofra de insónias.

 

Nota: Quem tiver deixado de fumar há pouco tempo evite a todo o custo ver esta série. E quem estiver preocupado com a saúde dos actores, parece que eles apenas fumam daqueles cigarros que só têm palha e não têm nem tabaco nem nicotina.

 

Nota: 7.8/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 11:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Showtime renova “Brotherhood

 

A Showtime renovou “Brotherhood” para uma terceira temporada.

 

O canal da rede cabo norte-americana pediu mais oito episódios do drama, cuja acção revolve pelos bastidores da política e do crime organizado, interpretado por Jason Isaacs (“Harry Potter e a Ordem de Fénix”), Jason Clarke (“Stingers”) e Annabeth Gish (“X-Files”).

 

«“Brotherhood” é uma das horas de ouro na Showtime, uma série dramática que está entre as melhores ofertas da televisão”, afirmou Robert Greenblatt, presidente da área de entretenimento da estação. «E estamos orgulhosos em mantê-la firme no nosso portfolio».

 

A segunda temporada da série é transmitida em Portugal no canal FX, às segundas-feiras, às 22h55, com o título a “A Irmandade”.

 

tags:
publicado por ZB às 10:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

 

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

tags

24(10)

90210(1)

abc(31)

alias(1)

aliens in america(1)

amc(1)

audiências(6)

axn(1)

back to you(2)

balanço da temporada(12)

banda sonora(3)

big shots(1)

bionic woman(3)

blogs(3)

bones(1)

boston legal(2)

brothers & sisters(2)

bsg(34)

californication(2)

cancelamentos(3)

canterbury's law(2)

castings(5)

cbs(10)

chuck(3)

csi(4)

damages(2)

desperate housewives(2)

dexter(7)

dirt(2)

dirty sexy money(3)

dvd(41)

dvd: raio-x(5)

emmys 2008(2)

estreias tv portuguesa(19)

find 815(3)

fox(22)

friday night lights(7)

fringe(3)

fx(5)

golden globes(6)

gossip girl(5)

grande massacre 2007(2)

grelha 2008-09(10)

greve(38)

grey's anatomy(12)

hbo(3)

heroes(17)

house(10)

how i met your mother(2)

jericho(9)

journeyman(2)

k-ville(2)

knight rider(9)

lançamentos(35)

lançamentos dvd: espanha(8)

lançamentos dvd: portugal(18)

lost(62)

machadadas(12)

mad men(2)

melhores 2007(15)

miss guided(2)

moonlight(2)

nbc(35)

new amsterdam(2)

nip/ tuck(3)

notícias(160)

off-topic(18)

one tree hill(3)

opinião(2)

óscares(2)

passatempos(8)

prémios(10)

prison break(8)

promos(38)

pushing daisies(3)

ranking(32)

regresso ao passado(5)

ronda de críticas(55)

samantha who?(4)

scifi(13)

sensual tv(8)

série recomendada(2)

showtime(11)

sondagens(2)

speechless(5)

stargate atlantis(2)

take(4)

tell me you love me(3)

terminator: the sarah connor chronicles(7)

the 4400(2)

the cw(7)

the office(5)

the return of jezebel james(2)

the shield(5)

the tudors(5)

til death(2)

tv nacional(23)

ugly betty(2)

vídeos(69)

x marca o local(36)

todas as tags

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

pesquisar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds