Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

Lançamentos em DVD no mercado português: Novembro (actualização)

 

Tinha dito que a anterior actualização seria a última, mas decidi fazer outra, pois hoje desloquei-me à capital e pude confirmar (ou não) alguns lançamentos.

 

Vi a segunda temporada de “The Office – O Escritório”, na Fnac, a 39,95€ (apesar de não estar catalogada no site).

 

Também vi a terceira temporada de “Donas de Casa Desesperadas”, ao preço referido em baixo.

 

Infelizmente, acho que “Battlestar Galactica” e “Surface” foram adiadas. Não as vi em nenhuma das lojas onde fui.

 

Também não vi a Caixa de “Sexo e a Cidade”, mas como não ia à procura pode ter-me passado despercebida.

 

Haviam ainda outros lançamentos, que não sei se foram recentes ou não, como as temporadas completas da terceira e quarta temporadas de “CSI”, a cerca de 40€, e, ainda da LNK, uma edição com os três volumes de “Happy Tree Friends”, intitulada “Happy Tree Friends – A Grande Matança”.

 

A nona temporada de “ER” não a vi, mas o leitor HP referiu nos comentários que tinha visto a edição em Almada.

 

À venda

 

24 – 6.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 59,95€ (Fnac)

A Família Munster – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

A-Team –Soldados da Fortuna – 5.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

Bones – Ossos – 2.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 49,95€ (Fnac)

Desperate Housewives – 3.ª temporada (Lusomundo) – 49,95€ (Fnac)

Diz que é uma espécie de magazine – 2.ª série (Castelo Lopes) – 19,95€ (Fnac)

Diz que é uma espécie de magazine – 2.ª série – edição especial (Castelo Lopes) – 26,95€ (Fnac)

ER – Serviço de Urgências – 9.ª temporada (Play Entertainment/ Warner) – 39,99€ (Worten)

Heroes – 1.ª temporada (Universal) – 49,95€ (Fnac) – 49,50€ (Worten)

Lei e Ordem: Unidade Especial – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

Lost – 3.ª temporada (Lusomundo) – 49,95€ (Fnac) – 47,89€ (Worten)

O Incrível Hulk – 1.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

Seinfeld – Volume 8 – Série 9 (Sony Pictures) – 29,89€ (Worten)

Seinfeld – Série Completa – Edição Limitada de Coleccionador (Sony Pictures) – 199,95€ (Fnac)

The Office (US) – O Escritório – 2.ª temporada (Universal) – 39,95€

X-Files – Ficheiros Secretos – 6.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 39,95€ (Fnac)

 

Incertos

 

American Dad – 2.ª temporada (Play Entertainment/ Fox)

Battlestar Galactica – 3.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac) – 44,99€ (Worten)

Sexo e a Cidade – Série Completa – Edição Limitada de Coleccionador – 99,95€ (Fnac) *1.ª temporada sem legendas PT

Surface – Águas Profundas – 1.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

 

publicado por ZB às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

Lost: Mobisódio 3 (King of The Castle)

Aqui está o terceiro «mobisódio» de “Lost”, mas gostava de tecer uma pequena consideração sobre estes pequenos vídeos, não propriamente sobre o seu conteúdo, mas sim sobre o próprio dispositivo multimédia.

 

Existem por aí uns «mobisódios» legendados em português. Eu já utilizei um aqui e tudo. Quem os disponibiliza no Sapo Vídeos é um dos blogues portugueses sobre a série, talvez o mais conhecido (http://www.lostportugal.blogspot.com/). Contudo, quem os coloca no Sapo Vídeos decidiu barrar o acesso à colocação dos mesmos noutros blogues, restringindo o acesso ao código que geralmente é utilizado neste tipo de plataformas de partilha de vídeos.

 

Não percebo a razão de tanta restrição. Qual será a razão porque não querem partilhar um vídeo que, ironicamente, eles tiveram de ir buscar a qualquer um site ou blog norte-americano? Para dizerem que têm exclusividade? É por terem tido o trabalho de legendá-lo?

 

Eles lá terão as suas razões, certamente… Mas o mais interessante de tudo é que até nem é muito difícil adquirir esse código que eles tanto querem esconder, como podem ver em baixo:

 

<embed src="http://imgs.sapo.pt/sapovideo/swf/flvplayer-sapo.swf?file=http://rd3.videos.sapo.pt/s1LYWWv6i8rMkgVZLQq7/mov/1 " type="application/x-shockwave-flash" width="520" height="422.5" wmode="transparent"></embed>

 

Como eu não quero conflitos com ninguém, ainda menos com pessoal responsável por um blog de qualidade, resolvi arranjar uma alternativa muito melhor, mas mesmo muito melhor, à legendagem em português dos «mobisódios»: a partir de agora, todos os «mobisódios» que publicarei no TVDependente serão acompanhados pela lindíssima Evangeline Lilly. Digam lá que não ficamos a ganhar!?

 

 

 

tags: ,
publicado por ZB às 19:04
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Speechless: episódio 15

 

O último episódio de “Speechless” é realizado por Paul Haggis (“Crash”) e conta com a presença de: Demi Moore, Martin Sheen, Dulcy Rogers, Marguerite Moreau, Julia Louis-Dreyfus, Deitrich Bader, Olivia Wilde, Marcia Cross, Chris Redman, Josh Brolin, Jenna Elfman, Elizabeth Pena, Polly Shannon, Kamala Lopez e James Franco. 

 

publicado por ZB às 13:46
link do post | comentar | favorito
|

Lançamentos em DVD no mercado português: Novembro (actualização)

 

Esta será a última actualização aos lançamentos de Novembro. Algumas mexidas: a Caixa de “Sexo e a Cidade” foi adiada par amanhã e a de “Ficheiros Secretos” para dia 7 de Dezembro. Além disso, parece que a segunda temporada da versão americana de “The Office” já se encontra à venda.

 

À venda

 

24 – 6.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 59,95€ (Fnac)

A Família Munster – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

A-Team –Soldados da Fortuna – 5.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

Bones – Ossos – 2.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 49,95€ (Fnac)

Diz que é uma espécie de magazine – 2.ª série (Castelo Lopes) – 19,95€ (Fnac)

Diz que é uma espécie de magazine – 2.ª série – edição especial (Castelo Lopes) – 26,95€ (Fnac)

Heroes – 1.ª temporada (Universal) – 49,95€ (Fnac) – 49,50€ (Worten)

Lei e Ordem: Unidade Especial – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

Lost – 3.ª temporada (Lusomundo) – 49,95€ (Fnac) – 47,89€ (Worten)

O Incrível Hulk – 1.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

Seinfeld – Volume 8 – Série 9 (Sony Pictures) – 29,89€ (Worten)

Seinfeld – Série Completa – Edição Limitada de Coleccionador (Sony Pictures) – 199,95€ (Fnac)

The Office (US) – O Escritório – 2.ª temporada (Universal) – ????

X-Files – Ficheiros Secretos – 6.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 39,95€ (Fnac)

 

Esperadas ainda esta semana

 

Battlestar Galactica – 3.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac) – 44,99€ (Worten)

Sexo e a Cidade – Série Completa – Edição Limitada de Coleccionador – 99,95€ (Fnac) *1.ª temporada sem legendas PT

Surface – Águas Profundas – 1.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

 

4 de Dezembro

 

Heroes – edição especial limitada – 1.ª temporada (Universal) – 59,95€ (Fnac)

 

7 de Dezembro

 

X-Files: Ficheiros Secretos – Monster Box Deluxe Collection (Play Entertainment/ Fox) – Todas as temporadas e o filme – 249,45€ (Fnac)

 

Incertos

 

American Dad – 2.ª temporada (Play Entertainment/ Fox)

Desperate Housewives – 3.ª temporada (Lusomundo) – 49,95€ (Fnac)

ER – Serviço de Urgências – 9.ª temporada (Play Entertainment/ Warner) – 39,99€ (Worten)

publicado por ZB às 10:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Ronda de Críticas (29 de Novembro)

 

publicado por ZB às 10:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

Uma machadada de pouca paciência

publicado por ZB às 19:47
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

Heroes – 2x10 – Truth & Consequences (NBC)

 

Parece que Tim Kring andou a pedir desculpa aos fãs de “Heroes” pela fraca qualidade da segunda temporada. Sinceramente, não percebo a razão para tal. A primeira temporada foi melhor, mas não muito melhor. E não recebi nenhum pedido de desculpas nessa altura, porque haveria de querer um agora?

 

Eu gosto de “Heroes”. Mas não adoro, não acho que seja qualquer tipo de fenómeno e se amanhã fosse cancelada não iria ter grandes saudades. Acho uma série demasiado sobrevalorizada, com o seu hype gerado principalmente pelos geeks das BD’s, vício a que nunca sucumbi, e talvez a razão pelo qual nunca entrei em histerismos relativamente à série. Pior ainda, foi quando toda a gente, durante a temporada passada, decidiu elogiar “Heroes” desprestigiando “Lost”, apenas aquela que será a minha série favorita, de todos os tempos. Aí “Heroes” começou-me a despertar um certo ódio, que se dissipou quando, no final da temporada, o último episódio de “Heroes” foi um dos maiores flops do ano passado e o de “Lost” um dos mais bem conseguidos, senão mesmo o melhor do ano.

 

Agora, com o decorrer desta “maravilhosa” segunda temporada, parece que toda a gente finalmente se apercebeu que “Heroes” é uma série quase banal, que em dez episódios apenas consegue alcançar meia dúzia de bons momentos. Que tem diálogos vulgares. Que tem bons personagens, mas poucos actores capazes de as potenciar (Meu Deus, como é possível o Masi Oka ter sido nomeado para um Emmy!). Isto para não entrar na questão de que muitas das suas linhas de argumento pouco de original têm, já que são cópias descaradas de BD’s existentes. Como apenas sei isso através daquilo que leio e ouço dizer (pela razão que referi anteriormente) não me vou alongar sobre o assunto.

 

Mas deixemos tudo isso para trás, e passemos àquele que provavelmente será o penúltimo episódio desta temporada.   

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

Depois do bom episódio da semana passada, “Truth & Consequences” representa um novo passo atrás.

 

Eis alguns dos momentos que destaco:

 

ü        Peter e Adam encontram a mulher misteriosa da fotografia de grupo da “Companhia” e descobrem onde está contido o mortal vírus que destruirá quase a totalidade da população mundial. Será que Peter ainda não se apercebeu que está a ser usado?

 

ü        Hiro volta ao passado e descobre que Adam quer libertar o vírus. Eu não viajo no tempo e já tinha percebido isso há tempos.

 

ü        Monica e Micah metem-se em encrencas a tentarem resgatar a medalha que D.L. recebeu quando era bombeiro e salvou uma miúda de um incêndio.

 

ü        Sylar mata Alejandro. Uma cena que podia ter sido tanto e acabou por não ser quase nada. Indiferença. Foi isso que senti ao vê-lo ser apunhalado. Sinceramente, pergunto: mas quem vai achar falta nele? Pelo que parece, nem a irmã.

 

ü        Suresh descobre a cura para o vírus. Prepara-se para ir ao encontro de Nikki, mas a sua atenção é desviada pela presença de Sylar na sua casa onde tem, de certa forma, Molly refém. Hummm…

 

ü        Claire ameaça Elle. Por momentos achei que iria ver uma grande catfight mas, mais uma vez, os autores da série preferem por super-heróis a fazerem ameaças do que a mostrarem verdadeiros confrontos entre super-heróis. Físicos. Onde haja sangue resultante do contacto com outros e não com objectos inanimados.

 

ü        E no final, um cliffhanger que o nosso íntimo nos diz convictamente que não levará a lado nenhum. A não ser que o Peter arreie uma bela duma tareia no Hiro, que já merece há muito tempo, ou o mate e nos dê finalmente algum descanso dos seus insuportáveis guinchos (vou acender uma vela a Nossa Senhora de Fátima).

 

Mesmo assim, este episódio foi melhor que alguns dos seus antecessores. Agora, resta esperar pela próxima semana, para saber que desenvolvimentos haverão. Supostamente, vão morrer mais duas ou três personagens. Parecem-me poucas. Acho que deveriam matar pelo menos metade.

 

Nota: 8.3/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 16:13
link do post | comentar | favorito
|

Speechless: outros episódios

 

 

  

 

  

 

  

 

  

 

publicado por ZB às 11:11
link do post | comentar | favorito
|

“Chuck” e “Life” ganham temporadas completas

 

A NBC pediu nove episódios extra das novas séries “Chuck” e “Life” (ou pelo menos aqueles que ainda conseguirem produzir).

 

Para Ben Silverman, co-presidente da NBC Entertainment and Universal Media Studios, «ambas as séries destacam-se das outras existentes em televisão porque são inteligentes, bem produzidas e detêm elencos bastante talentosos», estando, neste momento, «a atingir o seu pico criativo, tendo desenvolvido audiências bastante leais e oferecem um potencial ilimitado de crescimento para o resto da temporada».

 

publicado por ZB às 09:40
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Speechless: um projecto de apoio aos guionistas norte-americanos

 

Durante o primeiro dia de greve dos guionistas, o realizador/ guionista George Hickenlooper (Factory Girl) e o guionista Alan Sereboff (The Red House) ficaram assolados pelo talento que os rodeava no sítio onde estavam a protestar. Hickenlooper sugeriu a Sereboff que focassem as suas energias numa campanha criativa. Na mesma noite, reuniram-se na sede da Writers Guild of America (WGA) com os argumentistas Ian Deitchman (Life As We Know It), Justin Zakham (The Bucket List) e o realizador Josh Marston (Maria Full of Grace). Após alguma troca de ideias, chegaram a uma conclusão: Que melhor forma de trazer a atenção para os problemas que envolvem a Internet (os que afectam os guionistas) do que utilizando a própria Internet para os divulgar?

 

Hickenlooper, evocando o estilo do seu filme “Factory Girl”, sugeriu gravarem uma espécie de testes de ecrã com alguns dos maiores talentos que pertencem ao sindicato dos actores, o Screen Actors Guild (SGA), calados, mostrando dessa forma a sua solidariedade para com a WGA. Além disso, Sereboff ofereceu o conceito “Speechless”, onde proeminentes actores pertencentes ao SAG apareceriam diante das câmaras, em silêncio, apenas escrevendo e segurando um papel com a palavra “Speechless”.

 

Em poucos dias, conseguiram recrutar para o projecto Wayne Kramer (The Cooler), Paul Haggis (The Valley of Ellah), Rod Lurie (The Contender), membros do Directors Guild of America (DGA), o sindicato dos realizadores, Steve Pink (Gross Pointe Blank), Jordan Mechner (Prince of Persia), Jill Kushner (Ellen) e Chic Eglee (Executive Producer, The Shield) do WGA, e ainda a equipa criativa do “The Tonight Show”. Também Justine Bateman, membro do SAG, juntou-se ao projecto e foi importante peça para convencer outros membros do sindicato dos actores a participarem.

 

“Speechless” arrancou rapidamente e, após apenas um dia de filmagens, a equipa apercebeu-se que o apoio de alguns dos nomes mais sonantes do SAG era grande e que os mesmos pretendiam fazer algo mais do que apenas um teste de imagem. Após várias conversas com alguns desses actores, decidiu-se expandir os testes de ecrã a cenas de improvisação, de modo a criar uma forma de entretenimento que sensibilizasse o público para a importância do guionista e, ao mesmo tempo, criando algum mistério envolvendo o site UnitedHollywood.com.

 

No segundo dia de filmagens, os testes de ecrã evoluíram para pequenos momentos e, às vezes, para cenas inteiras. Actualmente, estão gravados vários, tendo durações distintas, desde 15 segundos a 4 minutos.

 

Eis alguns dos nomes de participantes no projecto: Sean Penn, Holly Hunter, Laura Linney, Alan Cumming, Jay Leno, Harvey Keitel, Kate Beckinsale, Tina Fey, Tim Robbins, Gary Marshall, David Schwimmer, Patricia Clarkson, James Franco, Julia Louis-Dreyfuss, Martin Sheen, Josh Brolin, Susan Sarandon, Andre 3000, Chazz Palminteri, Jason Bateman, Christine Lahti, Patricia Arquette, Jenna Elfman, Olivia Wilde, Richard Benjamin, Paula Prentiss, Eva Longoria, Justine Bateman, Joshua Jackson, Rosanna Arquette, Diane Ladd, Rebecca Romjin, Minnie Driver, Nicollette Sheridan, Robert Patrick, Matthew Perry, Ed Asner, e America Ferrera e o elenco de Ugly Betty. Brevemente vão ainda colaborar Woody Allen, Maggie Gyllenhaal, Jane Fonda, Marisa Tomei, Ethan Hawke, Jason Alexander, Charlize Therone, Minnie Driver, Philip Seymour Hoffman. E estão ainda muitos mais previstos.

 

A equipa que colobora na campanha "Speechless" é ainda composta pelo compositor Anthony Marinelli, Clint Bennett (sound engineer), Joel Marshall (technical advisor), Jill Kushner (production manager), Kamala Lopez e Melissa Cochran (editors), Mical Shemesh (editor), Justin Schumacher (production sound), e Ian Deitchman que criou o site (http://speechlesswithoutwriters.com/).

 

Em baixo, podem ver o 12.º episódio: 

 

 

Em breve colocarei alguns dos anteriores.

publicado por ZB às 15:30
link do post | comentar | favorito
|

Greve: negociações retomadas hoje

 

Pela primeira vez desde que a greve começou, há três semanas, os guionistas norte-americanos vão encontrar-se com os seus patrões para discutir o que têm reivindicado e cuja recusa os levou à greve. O encontro realiza-se hoje, a partir das 10 da manhã (nos EUA), e vai decorrer num local neutro. Até ao momento, ambas as partes têm-se mantido em silêncio sobre o reinício das negociações. 

 

publicado por ZB às 10:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 25 de Novembro de 2007

"Unscripted" e "The Comeback" estreiam hoje no FX

Unscripted – De Improviso – Domingo, 25 de Novembro – 22h00 - FX

 

Sinopse: Produzida por George Clooney e Steven Soderbergh, "De Improviso" segue a vida de três actores desesperados por alcançarem a fama em Hollywood. Uma grande produção da HBO que mistura realidade com ficção, onde os actores fazem deles mesmos e contracenam com grandes estrelas como Brad Pitt e Meryl Streep. Teve apenas uma temporada de 10 episódios em 2005.

 

Repetições:

26-11-2007 18:15

01-12-2007 13:42

02-12-2007 0:31

 

 

 

The Comeback – De Volta à Ribalta – Domingo, 25 de Novembro – 22h46 - FX

 

Sinopse: Valerie Cherish (Lisa Kudrow) é uma actriz que tenta desesperadamente voltar a ser uma estrela de televisão. Só que a idade e as rugas são já as grandes inimigas. Aceita, então, participar num reality show sobre a sua vida e tentativa de regressar à ribalta. Teve apenas uma temporada de 13 episódios em 2005.

 

Repetições:

26-11-2007 19:01

01-12-2007 14:35

02-12-2007 1:25

 

publicado por ZB às 18:22
link do post | comentar | favorito
|

Ranking de Séries

Devido à minha ausência na semana passada, o «Ranking de Séries» não chegou a ser publicado. Agora, regressamos para uma actualização com muitas mexidas no mesmo. Um novo líder: “Pushing Daisies”. Duas entradas novas no «Top 5»: “Dexter” e “30 Rock”. Alterações em quase todas as posições do ranking, exceptuando apenas dois lugares: o 3.º, que continua a ser ocupado por “The Office” e o 7.º, que ainda pertence a “Dirty Sexy Money”. De registar ainda a diferença mínima entre as classificações das séries que ocupam desde a 4.ª posição ao 7.º lugar, a maior subida destas duas semanas, que pertence a “Nip/ Tuck”, e “Heroes” que conseguiu igualar “Back to You”.

 

tags:
publicado por ZB às 17:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

"Gossip Girl" estreia amanhã no AXN

“Gossip Girl” estreia amanhã, dia 26 de Novembro, no canal da rede cabo, AXN, sendo a primeira série da nova temporada a estrear em Portugal. O episódio será emitido às 21h30, com repetição no dia seguinte às 00h15 e às 17h00.

 

publicado por ZB às 14:43
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Novembro de 2007

Raio-X: Rome - 2.ª temporada (Warner Home Vídeo/ Play Entertainment)

Sinopse:

 

Júlio César foi assassinado e a guerra civil ameaça destruir a República. Conflito de egos e jogos de poder reinam no vazio deixado pela morte de César. Marco António, o mais ambicioso jogador de todos, tenta reificar o seu poder, juntando forças com Atia, mas entrando em confronto com o filho desta, Octaviano, mencionado no testamento de César como único filho e herdeiro. Bruto conspira e pondera como cair nas boas graças do povo que o condenou por homicídio e a mãe, Servilia, tem o seu próprio plano fatal. Entretanto, Tito Pulo tenta tirar o amigo Lúcio Voreno da escuridão que lhe invadiu a alma aquando de uma tragédia pessoal. Porque, mais uma vez, os destinos destes dois divergentes soldados se unem inexoravelmente ao destino da própria Roma.

 

Episódios:

 

  Páscoa   Filho de Hades   A Palavra de Marco Túlio Cícero   Testudo Et Lepus (A Lebre e a Tartaruga)   Heróis da República   Filipo   Máscara da Morte   Uma Ficção Necessária   Deus Impeditio Esuritori Nullus (Nenhum Deus Tem Mão Sobre O Homem Faminto)   De Patre Vostro (Sobre o Vosso Pai)

 

Extras:

 

Ä       Todos os Caminhos Vão dar a Roma – guia interactivo on-screen preparado pelo Co-Produtor e Conselheiro Histórico da série Jonathan Stamp;

Ä       Uma História de Duas Romas – Roma Antiga: duas cidades numa só, cada uma para uma classe diferente. Veja como os senhores e os plebeus eram diferentes, desde os empregos que tinham e o que consideravam ser divertimento à religião;

Ä       O Making Of de Rome, Série II – Veja como foi produzida esta série épica, desde o guarda-roupa e cenários aos efeitos especiais. Veja ainda de perto a Batalha de Filipos;

Ä       Octaviano no Poder: O Primeiro Imperador Romano - Uma história grandiosa sobre um jovem e inteligente rapaz que se tornou o homem mais poderoso de Roma;

Ä       António & Cleópatra – Um olhar revelador sobre uma das histórias românticas mais famosas de todos os tempos;

Ä       Cinco Comentários Áudio com o Elenco e a Equipa de Filmagem.

 

 

Características:

 

Ä       Imagem: Widescreen 1.78:1 anamórfico

Ä       Áudio: Inglês Dolby Digital 5.1 Francês Dolby Digital 5.1

Ä       Legendas: Português Inglês Francês Grego Islandês Inglês para Deficientes Auditivos

 

Análise:

 

À semelhança da edição especial da primeira temporada desta série da HBO, também a segunda foi contemplada com uma bela caixa de madeira e com vários conteúdos extra.

 

Para começar, devo realçar o fabuloso artwork da capa, com uma imagem clara a contrastar com a da primeira temporada, tendo um corpo feminino a substituir o do soldado.

 

Em termos de som e imagem, a edição desta segunda (e última) temporada disponibiliza som Dolby Digital 5.1, nas línguas inglesa ou francesa, e imagem widescreen 1.78:1, apresentada de uma forma quase límpida.

 

Quanto a extras, peca por não ter legendagem em português, como é demasiado habitual nas edições portuguesas.

 

Nota da série: 8.8/10

Nota da edição: 8.0/10

 

publicado por ZB às 17:33
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

Ronda de Críticas (23 de Novembro)

 

publicado por ZB às 21:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Ronda de Críticas (22 de Novembro)

 

publicado por ZB às 22:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Dexter – 2x8 – Morning Comes (Showtime)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

Depois de alguns episódios menos conseguidos, “Dexter” volta a ser a série exuberante, de cortar a respiração, que tinha sido durante grande parte da primeira temporada. Estes últimos quatro episódios têm sido verdadeiramente recheados de momentos memoráveis e “Morning Comes” conjuga-se como a preparação para um desenrolar de acontecimentos ainda mais explosivos.

 

Primeiro que tudo, o grande acontecimento do episódio: Doakes descobre a caixa onde Dexter guarda as amostras de sangue das suas vítimas. É verdade que pareceu fácil de mais a forma como Doakes descobriu onde Dexter guardava os seus segredos. Vai desligar o ar condicionado, que começa a trabalhar automaticamente, e descobre as amostras dentro do mesmo. É caso para pensar se Debra nunca teria mexido no ar condicionado em todo o tempo que está a viver na casa de Dexter?! Contudo, a importância da descoberta dissimula a forma como foi feita. Doakes irá certamente confirmar as suas suspeitas e à luz do que aconteceu no resto do episódio, em que Debra, Lundy e Batista agora têm 100% de certeza que o Bay Harbor Butcher é um dos seus, a resolução previsível (também sabendo que “Dexter” terá um terceira temporada) será Dexter arranjar forma de incriminar Doakes como sendo o Bay Harbor Butcher.

 

Deixando as suposições para trás e voltando ao episódio, outro importante acontecimento foi o desmoronar da relação entre Lila e Dexter. Dexter apercebe-se que Lila iniciou o fogo voluntariamente, mas decide continuar com ela depois de Rita lhe dizer para ele se afastar definitivamente dela e dos filhos. A relação entre ambos torna-se ainda mais forte quando o homem que matou a mãe de Dexter, e que conhecemos no episódio “The Dark Avenger”, aparece surpreendentemente em Miami e tenta matá-lo. Aqui surge outro dos factos mais estranhos do episódio, pois foi Lila quem contactou o homem e lhe disse onde é que Dexter se iria encontrar. Contudo, só quando Lila decide roubar a chave que Dexter ainda tem da casa de Rita e entra na mesma sem que ninguém saiba, é que ele decide terminar a relação e deixá-la sobreavisada de que se voltar a fazer o mesmo irá conhecer o «monstro» que ele é, numa cena em que, mais uma vez, Michael C. Hall demonstra toda a sua qualidade como actor.

 

Em relação às outras personagens, Debra e Lundy envolvem-se cada vez mais, numa relação estranha devido à diferença de idades, mas que acaba por parecer certa. Como referi anteriormente, Debra e Batista descobrem que um dos carros apreendidos pelo seu departamento foi utilizado pelo Bay Harbor Butcher para matar uma das suas vítimas e que, consequentemente, ele tem de ser efectivamente um dos seus. E uma das melhores cenas, foi quando Lundy decide interrogar Dexter sobre o mau trabalho que ele fez em quatro casos que resultaram na não condenação dos criminosos que mais tarde foram assassinados pelo Bay Harbor Butcher. Excelente momento, pautado de grande tensão.

 

Foi interessante a reviravolta dada no decorrer da investigação. Dexter lançou um falso documento, num episódio anterior, para despistar quem estava a investigar o caso, mas acabou por levar Lundy a deduzir que o mesmo tinha sido uma manobra de diversão tendo, consequentemente, levado o cerco a apertar-se mais.

 

Nota: 9.4/10    

 

publicado por ZB às 18:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Veronica Mars: piloto da quarta temporada que não chegou a existir

“Veronica Mars”, série da CW, foi cancelada no final da temporada passada. Rob Thomas, o criador da mesma, ainda fez um pequeno piloto de uma possível quarta temporada em que a série daria um salto de alguns anos no futuro e apresentou-o aos responsáveis daquele canal de televisão tentando convencê-los, sem sucesso, a não cancelarem a série.

 

Em baixo, está esse pequeno piloto, com cerca de 15 minutos, para quem quiser matar saudades ou mesmo para quem nunca viu a série, onde terão uma oportunidade de conhecer a personagem, já que o mesmo não contém qualquer tipo de spoilers em relação às três temporadas que compõem a série.

 

 

 

 

publicado por ZB às 16:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

Lançamentos em DVD no mercado português: Novembro (actualização)

 

Isto agora está um bocado complicado com o aparecimento de várias caixas com séries completas. Para já, de ontem para hoje, a caixa de “Sexo e a Cidade” foi adiada para 28 de Novembro (atenção que a primeira temporada não tem legendas PT!). A 25 de Novembro chega uma surpresa: Caixa X-Files com todas as temporadas e o filme. E a lista de incertos aumenta…

 

À venda

 

24 – 6.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 59,95€ (Fnac)

A Família Munster – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

Diz que é uma espécie de magazine – 2.ª série (Castelo Lopes) – 19,95€ (Fnac)

Diz que é uma espécie de magazine – 2.ª série – edição especial (Castelo Lopes) – 26,95€ (Fnac)

Heroes – 1.ª temporada (Universal) – 49,95€ (Fnac)

Lei e Ordem: Unidade Especial – 2.ª temporada (Universal) – 44,95€ (Fnac)

O Incrível Hulk – 1.ª temporada (Universal) – 39,95€ (Fnac)

X-Files – Ficheiros Secretos – 6.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 39,95€ (Fnac)

 

Esperada Hoje

 

Bones – Ossos – 2.ª temporada (Play Entertainment/ Fox) – 49,95€ (Fnac)

 

25 de Novembro

 

X-Files: Ficheiros Secretos – Monster Box Deluxe Collection (Play Entertainment/ Fox) – Todas as temporadas e o filme – 249,45€ (Fnac)

 

27 de Novembro

 

Lost – 3.ª temporada (Lusomundo) – 49,95€ (Fnac) – 47,89€ (Worten)

 

28 de Novembro

 

Battlestar Galactica – 3.ª temporada (Universal)

Seinfeld – Volume 8 – Série 9 (Sony Pictures) – 29,89€ (Worten)

Seinfeld – Série Completa – Edição Limitada de Coleccionador (Sony Pictures) – 199,95€ (Fnac)

Sexo e a Cidade – Série Completa – Edição Limitada de Coleccionador – 99,95€ (Fnac) *1.ª temporada sem legendas PT

Surface – Águas Profundas – 1.ª temporada (Universal)

 

4 de Dezembro

 

Heroes – edição especial limitada – 1.ª temporada (Universal) – 59,95€ (Fnac)

 

Incertos

 

American Dad – 2.ª temporada (Play Entertainment/ Fox)

Desperate Housewives – 3.ª temporada (Lusomundo)

ER – Serviço de Urgências – 9.ª temporada (Play Entertainment/ Warner)

 

publicado por ZB às 18:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Heroes – 2x9 – Cautionary Tales (NBC)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

A pergunta que se coloca antes de qualquer episódio de “Heroes” por estes dias é se “é desta que a série volta a recuperar a mística que tinha ganhado durante a primeira temporada?”

 

Apesar de continuar a demonstrar algumas falhas, este será o episódio em que a segunda temporada da série muda de direcção, num sentido oposto à monotonia e ao enfadonho. Mas também, com apenas três episódios de sobra, e sem certezas se serão os últimos da temporada, é questão para dizer que já não era sem tempo!

 

“Cautionary Tales” foca-se no desenvolvimento do poder de Matt Parkman e na continuação da sua investigação sobre o grupo de pessoas que compõem a “Companhia”, na tentativa de Hiro em salvar o seu pai da morte e no confronto entre Claire, HGR e West contra Bob, Elle e o seu inesperado aliado, Mohinder.

 

Das três histórias focadas no episódio, a de Parkman foi a mais breve mas sem dúvida a mais misteriosa e interessante. Em casa, Parkman relembra as palavras do seu pai sobre os seus poderes mentais e descobre involuntariamente que consegue induzir qualquer pessoa a dizer ou fazer aquilo que ele quer através de telepatia. Com este novo desenvolvimento no seu poder consegue obter algumas respostas de Angela Petrelli sobre a “Companhia” e as pessoas que integram a fotografia colectiva que ele tem vindo a investigar nos últimos episódios, principalmente, uma mulher que ele não conseguia identificar.

 

O elo mais fraco do episódio, como tem sido habitual há bastante tempo, foi a história de Hiro. No decorrer do funeral do seu pai, que inexplicavelmente apenas é enterrado uma semana depois de morrer (talvez devido à investigação policial e ao transporte do corpo para o Japão), Hiro decide que não vai ficar sem fazer nada e vai utilizar os seus poderes para salvar o pai. Regressa ao momento fatídico do seu assassinato, mas não consegue convencer o pai a ser salvo pois este acredita que faz parte do seu destino morrer. Por entre mais uma viagem no tempo, numa tentativa de fazê-lo mudar de ideias, é Hiro que acaba convencido em deixar o destino seguir o seu curso, mas não antes de saber quem é o assassino do seu pai. Como já eu tinha previsto no primeiro episódio, e como já era dado a entender há alguns episódios atrás, o assassino de Kaito Nakamura é Adam (a.k.a. Takezo Kensei). O previsível desta linha argumentativa e os momentos de algum dramatismo forçado (e mal executado), como o foi a viagem ao dia do funeral da mãe de Hiro, retiraram alguns pontos a este episódio.

 

À semelhança do que aconteceu em “Company Man”, o décimo sétimo episódio da primeira temporada e aquele que será o melhor episódio da série até hoje, o único que verdadeiramente me prendeu ao sofá do princípio ao fim, os momentos mais tensos, de maior suspence e que mais “agarrado” me deixaram foram os que envolveram a família Bennet.

 

Bob, Elle e Mohinder chegam à Costa Verde, onde moram os Bennet, para recolherem o sangue de Claire. Elle e Mohinder partem ao encontro de HGR, com ordens para o matarem se necessário, enquanto Bob parte em busca de Claire. A enfrentar alguns problemas com Claire, HGR tenta encontrar West para que este a convença que ela tem de partir. Durante essa busca, acaba por se aperceber que Mohinder se prepara para o trair. Com a ajuda de West consegue detê-los e fazer Elle sua refém. Entretanto, Bob também raptou Claire e ambos decidem marcar encontro para uma troca. Daqui resultam vários momentos de grande emoção e interessantes reviravoltas que prefiro não contar para não estragar os acontecimentos a quem não viu e decidiu ler o texto de qualquer forma.

 

De tudo isto, a única coisa que não encaixa muito bem são as motivações que levam aos actos de Mohinder. Não se percebe muito bem de que lado está e porque razão acaba por fazer o que faz, principalmente, quando isso tem tão grande impacto no destino de uma das personagens.

 

No fundo, se este episódio tem desenvolvido mais a história de Parkman e deixado para trás a de Hiro, teria sido algo de memorável, mas assim não aconteceu. Esperemos que a descoberta de Hiro seja de alguma forma um catalisador para um «ultimate showdown» entre ele e o Adam (a.k.a. Takezo Kensei).

 

Nota: 9.2/10

 

 

tags: ,
publicado por ZB às 17:15
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Tv Cabo: Lançamento de novo canal

 

Cinema e séries em formato exclusivo

 

Ficção de qualidade. É assim que o novo canal da TV Cabo se apresenta ao público. Com estreia agendada para 1 de Dezembro e disponível exclusivamente para os assinantes do pacote Funtastic Life através do canal 59 da grelha digital (durante o próximo mês estará disponível no canal 10 da grelha TV Cabo, para clientes de Cabo e Satélite Digital), o MOV vem reforçar a aposta em filmes e séries.

 

Durante o seu lançamento oficial, realizado ontem no Hotel Ritz, Luís Lopes, administrador da PT Multimédia, adiantou que o MOV “é totalmente produzido em Portugal, com conteúdos nacionais e estrangeiros, até porque 70 por cento do investimento da TV Cabo dirige-se à produção nacional.”


‘O 5.º Elemento’, ‘Artur e os Minimeus’, ‘Elizabeth’, ‘Eclipse Mortal’ e ‘Irmão, Onde Estás?’ são alguns dos primeiros filmes a ser exibidos pelo MOV, que dedica setenta por cento da sua grelha de programação ao cinema. “Pretendemos apostar forte neste domínio, mais do que nas séries, que já dominam outros canais do Funtastic Life, aos quais não pretendemos fazer concorrência”, explicou Antunes João, administrador da PT Conteúdos e responsável pelo canal. Ainda assim, o MOV dedica os restantes trinta por cento da sua programação a séries com a chancela da Disney e da HBO, dirigidas a um público- -alvo dos 14 aos 34 anos. ‘A Vedeta’, ‘Kyle Xy’, ‘Os Amigos de Brian’, ‘Cinco Dias’, ‘Diz que Me Amas’, ‘Sombras da Noite’ e ‘October Road’ são os principais títulos.


Numa grelha dominada por criações estrangeiras, a excepção chama-se ‘Geração High Tech’, um talk show apresentado por Bruno Ferreira Pereira e exibido aos sábados às 20h00, que convida figuras públicas a falarem da sua relação com as novas tecnologias. O primeiro programa, transmitido a 1 de Dezembro, tem como tema ‘A Televisão’ e conta com as presenças de Luís Andrade e Paulo Portas.


Pela primeira vez, a TV Cabo também vai apostar forte na animação infantil dobrada em português, que ocupará as manhãs de fim-de-semana.

 

Sónia Dias

(in Correio da Manhã)

publicado por ZB às 15:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

Lost: Mobisódio 2

O segundo dos «mobisódios» de “Lost”, episódios de dois a três minutos feitos para serem transmitidos através de telemóveis, já está disponível. As pequenas histórias, intituladas “Missing Pieces”, não são cenas cortadas, mas novo material gravado, e fazem parte da história geral da série, ficando a cargo dos fãs descobrir onde encaixam.

 

Podem ver o segundo aqui: 

 

 

E o primeiro clicando aqui.

 

tags: ,
publicado por ZB às 19:11
link do post | comentar | favorito
|

Voltei e trago notícias

 

Estou de volta!

 

Em primeiro lugar, agradeço a todos pela fidelidade. Em segundo… Sim, aquele na foto sou eu com uma t-shirt dos Dillon Phanters e uma caneca “World’s Best Boss” semelhante àquela que paira num certo escritório de uma sucursal da Dunder Mifflin. Em terceiro, decidi fazer uma pequena recolha de informações para compensar a ausência de cinco dias:

 

1.       Parece que no próximo dia 26 de Novembro, as negociações entre os guionistas norte-americanos e as produtoras vão voltar a ser retomadas, o que está a ser encarado com bastante optimismo para uma possível resolução.

 

2.       A produção das séries “Battlestar Galactica” e “Bionic Woman” foram encerradas.

 

3.       Cerca de 50 pessoas envolvidas no programa “Saturday Night Live” foram despedidas devido à greve de argumentistas. O programa, composto de sketchs humorísticos, é emitido ao vivo através da NBC e não tem tido novos episódios desde 3 de Novembro, apesar de, no Sábado passado, os actores terem feito um programa com base na sua capacidade de improvisação.

 

4.       Apesar da greve, “Dirty Sexy Money” recebeu ordem de temporada completa por parte da ABC, adicionando 9 novos episódios aos 13 pedidos inicialmente.

 

5.       A actriz Sydney Poitier (“Grindhouse”, “Veronica Mars”) juntou-se ao elenco de “Knight Rider”, um filme de duas horas da NBC que poderá ser o episódio piloto para um possível remake da conhecida série com David Hasselhoff e KITT, o carro falante. Esta nova versão apresentará um carro mais na onda de “Transformers” e seguirá as aventuras do filho de Michael Night, interpretado por Justin Bruening, actor que provém do mundo das telenovelas americanas. Deanna Russo, também protagonista de uma telenovela, vai fazer parte do elenco, interpretando Sarah Kamen, a filha do inventor do KITT. David Hasselhoff está em conversações para repetir o papel que o consagrou.

 

6.       A quinta temporada de “One Tree Hill” começa a 8 de Janeiro próximo, com um episódio de duas horas e um salto de quatro anos no futuro.

 

7.       Carlton Cuse decidiu “furar” a greve e retomar as suas funções de produtor executivo. Cuse acredita que os fãs de “Lost” merecem o maior respeito e, por isso, vai terminar o trabalho de produção dos oito episódios da série que já foram gravados.  

 

8.       Parece que o lançamento da edição portuguesa, limitada, de coleccionador, da primeira temporada de “Heroes” foi adiado para 4 de Dezembro.

 

9.       Outras edições limitadas de coleccionador: Sexo e Cidade (6 temporadas) a 23 de Novembro a 99,95€; Seinfeld (9 temporadas) a 28 de Novembro a 199,95€.

 

10.    “Californication” em duas frentes: a RTP adquiriu os direitos de transmissão e os Red Hot Chili Peppers vão processar a Showtime por uso do nome do álbum que eles lançaram em 1999 como título da série.

 

11.    Quanto à questão da Mafalda Dinis, sobre uma música que passava no final do 4.º episódio da série “Miss Match”: julgo chamar-se “Let Go”, foi escrita pela Imogen Heap e por Guy Sigsworth, que compunham o duo Frou Frou, faz parte do álbum “Details” e integrou ainda a banda sonora do excelente “Garden State”, filme de Zack Braff (que interpreta o J.D. na série “Scrubs”). Para ouvir a música cliquem no nome do grupo e acedam à sua página do MySpace. Se gostam desta música, então não posso deixar de recomendar o segundo disco a solo de Imogen Heap, “Speak For Yourself”, lançado em 2005, e do qual faz parte a fabulosa “Hide & Seek”, música que fez parte da banda sonora de “The O.C.”, bem como de várias outras séries e filmes.

 

 

publicado por ZB às 17:24
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Umas pequenas férias

 

Caros amigos,

 

Vou durante uns dias numas merecidas férias e só voltarei na próxima semana. Por isso, esta semana não haverá o “Ranking de Séries”, ficando guardado para a semana seguinte.

 

Até lá.

 

Abraços para todos e espero que voltem a visitar o blog na próxima semana.

 

tags:
publicado por ZB às 02:45
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

 

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

tags

24(10)

90210(1)

abc(31)

alias(1)

aliens in america(1)

amc(1)

audiências(6)

axn(1)

back to you(2)

balanço da temporada(12)

banda sonora(3)

big shots(1)

bionic woman(3)

blogs(3)

bones(1)

boston legal(2)

brothers & sisters(2)

bsg(34)

californication(2)

cancelamentos(3)

canterbury's law(2)

castings(5)

cbs(10)

chuck(3)

csi(4)

damages(2)

desperate housewives(2)

dexter(7)

dirt(2)

dirty sexy money(3)

dvd(41)

dvd: raio-x(5)

emmys 2008(2)

estreias tv portuguesa(19)

find 815(3)

fox(22)

friday night lights(7)

fringe(3)

fx(5)

golden globes(6)

gossip girl(5)

grande massacre 2007(2)

grelha 2008-09(10)

greve(38)

grey's anatomy(12)

hbo(3)

heroes(17)

house(10)

how i met your mother(2)

jericho(9)

journeyman(2)

k-ville(2)

knight rider(9)

lançamentos(35)

lançamentos dvd: espanha(8)

lançamentos dvd: portugal(18)

lost(62)

machadadas(12)

mad men(2)

melhores 2007(15)

miss guided(2)

moonlight(2)

nbc(35)

new amsterdam(2)

nip/ tuck(3)

notícias(160)

off-topic(18)

one tree hill(3)

opinião(2)

óscares(2)

passatempos(8)

prémios(10)

prison break(8)

promos(38)

pushing daisies(3)

ranking(32)

regresso ao passado(5)

ronda de críticas(55)

samantha who?(4)

scifi(13)

sensual tv(8)

série recomendada(2)

showtime(11)

sondagens(2)

speechless(5)

stargate atlantis(2)

take(4)

tell me you love me(3)

terminator: the sarah connor chronicles(7)

the 4400(2)

the cw(7)

the office(5)

the return of jezebel james(2)

the shield(5)

the tudors(5)

til death(2)

tv nacional(23)

ugly betty(2)

vídeos(69)

x marca o local(36)

todas as tags

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

pesquisar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds