Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Battlestar Galactica – 4x8 – Sine Qua Non (Sci Fi)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

Mesmo com algumas cenas surpreendentes e uma ou outra revelação intrigante, a verdade é que este episódio pecou pela direcção tomada nas diferentes linhas de argumento e pelo ritmo aborrecido com que foi conduzido.

 

O tomo inicia-se onde terminou o anterior, com a Sharon a balear a Natalie e a baseship (basestar?) dos Cylons a dar um salto no hiperespaço para local indeterminado, com a Roslin, o Baltar e o Helo a bordo. A partir daqui, tudo acontece de forma muito rápida. Demasiado, até. Ainda mal a Roslin saiu de cena, já toda a gente anda à procura de alguém para a substituir. À excepção do Almirante Adama, parece que mais ninguém tem sequer interesse em procurar a baseship. É verdade que a explicação parece recair no facto de se pensar que o assassinato da Natalie foi o catalisador para o rapto da Roslin, um pressuposto do Adama e companhia, já que, daquilo que me recordo, ambos os eventos não estavam interligados e que o facto da baseship saltar para o hiperespaço estava relacionado com o plano que os Cylons elaboraram para ganharem vantagem junto dos humanos. Numa tentativa de criar algum suspense, decidiram não revelar nada em relação ao que se passa na baseship, mas o resultado acabou por gerar mais confusão do que propriamente o efeito desejado. Enfim…

 

E a Natalie lá morreu. Sem grande pompa, nem circunstância. Depois de, no episódio anterior, nos terem dado a entender (e muito) que, afinal, ela é que era a «dying leader» das profecias e não a Roslin… No fim de contas, parece que sempre não o era…

 

Depois veio toda aquela treta do Lee a tentar arranjar um substituto para ocupar a presidência. Logo nos primeiros episódios já eu me tinha apercebido da intenção de tornar o Lee no presidente das colónias. Não acho que teria sido necessário perder tanto tempo com isso e muito menos arranjar uma elaborada história sobre um gato… Tudo bem que a história tinha um significado muito próprio e muito maior, mas, mesmo assim, era completamente dispensável. Parece-me que esta linha de argumento foi apenas introduzida, ou mais desenvolvida, só para trazer de volta o Lampkin.

 

Lá pelo meio, ainda há uma estranha revelação de que a Caprica Six está grávida. Supostamente, do Tigh. Isto só pode querer dizer que os cinco modelos finais de Cylons não têm os mesmos problemas dos restantes, já que a grande falha na fisionomia dos Cylons era a reprodução entre modelos. Mais um mito que cai por terra. Mais um pormenor que vai ansiar por justificação.

 

No final, o Adama decide renunciar à sua vida de militar para procurar a Roslin quando mais ninguém queria perder tempo a fazê-lo. Se bem que a intenção é muito nobre, e confirma que sempre existe uma ligação mais forte entre ambos, a verdade é que esta acção não me parece própria do Adama que conhecemos. Quando ele pega na Galactica e vai à procura da Roslin contra tudo e contra todos é sem dúvida o Adama que conhecemos. Abdicar das suas divisas por uma mulher, não.

 

Inacreditavelmente, na última temporada desta fantástica série, estou a escrever sobre episódios fracos. Ainda por cima, no plural. Mas o que o que se passará pela cabeça dos criadores da série? Será que se deslumbraram com os elogios? É que, desde que a Time considerou a série como «a melhor do ano», isto em 2005 e referente à sua segunda temporada, a verdade é que a qualidade de “Battlestar Galactica” deu um estranho tombo. E, agora que nos aproximamos da metade da última temporada, e os episódios continuam mais emaranhados que nunca, com uma progressão quase a conta gotas, a pergunta (e constante preocupação) que se impõe é: será que vai sair daqui alguma coisa de jeito? Será que os medos de outrora, talvez infundados anteriormente, começam a aproximarem-se perigosamente da realidade?

 

Nota: 8.2/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 15:06
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Vânia a 28 de Maio de 2008 às 15:36
OMG! Tinha-me esquecido completamente que o episódio ia passar na SkyOne. *Corre para fazer o download*
De ZB a 28 de Maio de 2008 às 15:55
LOL!! :))
De syrin a 28 de Maio de 2008 às 18:04
Por muito que me custe, tenho de admitir que as tuas críticas estão a acertar em cheio. Este episódio, por muito bom que tenha sido para os "shippers", pareceu-me rápido demais. E forçado demais!

O que mais confusão me fez foi toda aquela história à volta do Lee ser presidente. Não estava nada à espera que o escolhessem - pelo menos para já. Sim, ele estava destinado à presidência, mas pensava que isso iria ser só no final da série, depois da morte da Roslin. A forma como foi escolhido foi ridícula - por favor, então tinham um vice-presidente devidamente eleito, e só porque o Adama (que depois se foi embora) não gosta dele, vão logo escolher outro? E a escolha recai logo sobre o filho do Adama? Será que o Baltar tinha razão, que há realmente diferentes classes de cidadãos na frota? Por favor... esta foi demais. Eu digo e volto a repetir - o Lee (Leeland) já podia ir dar uma curva, que não anda ali a fazer nada. :s Nem mesmo o regresso do Lampkin conseguiu melhorar esta história... bah.

Quanto ao Tigh e à Caprica Six, primeiro que tudo... Nhac. Blargh. Então ele anda a comer uma cylon prisioneira que tem a cara da falecida mulher? E eu que pensava que o Tigh ainda era dos cylons que melhor se estava a adaptar à sua condição “cylónica”... nhac. Não só a combinação me parece má, como ainda por cima traz à memória o ataque à Sharon e à Gina pelos tripulantes da Pegasus. A Six está numa cela, pelamordosdeuses!!!!! (ah, e já agora - há meses que usa o mesmo fato - já lho trocavam, não era?!)

E esta história da Six estar grávida... quero isto bem explicado, porque não faz sentido. Se o Tigh pôde engravidar a Six, porque é que o Tyrol não conseguiu engravidar a Boomer? Também são os dois cylons... Não, definitivamente não me convenceram com esta história... e acho bem que venha daí uma boa explicação, porque se não não vamos a lado nenhum.

Natalie - pois, não estava à espera que ela morresse... sniff sniff. Gostava da Natalie. Quem sabe ela não conseguiu fazer um download de emergência... (quiçá para um iPhone ou outro semelhante).

Athena - O Adama que me perdoe, mas a raiva dele, mesmo que fundamentada, parece-me um pouco hipócrita, visto que quando a Cally matou a Boomer, não a castigou por aí além. Gostava que a história da Athena tivesse tido mais alguns minutos, para ver se conseguíamos perceber onde irá parar esta história... mas mais uma vez resolveram tudo muito facilmente.

Já o Adama, aí não concordo contigo. Eu não achei a decisão dele assim tão estranha. Ele sempre teve problemas em separar os seus actos dos seus sentimentos (a questão da Starbuck na season 1, a ida a Kobol, o regresso a New Caprica, as vezes que perdoou o filho...). E, de todas as vezes que isto acontecia, alguém tinha de o chamar à razão, de o fazer ver que não podia arriscar a frota pelas pessoas que ama. De qualquer maneira, ele não renunciou definitivamente - disse ao Tigh que voltava. Mas eu gostava é que a sua decisão tivesse tido um outro impacto.

Tal como tu, estou a ficar preocupada. Faltam 2 episódios para o final da primeira parte, e com tanta coisa para resolver... não sei onde vão encaixar tudo., Grunf...

Já agora: para mim, o melhor do episódio ainda foi a luta entre o Tigh e o Adama (se bem que mais leve do que estava à espera). Pelo menos teve a melhor frase do episódio: "Do you know how many times I've had to fix this thing?" (a falar do barco)
De syrin a 28 de Maio de 2008 às 18:08
Ah, e já agora...

Leeland Joseph Adama
Leeland
LEELAND!!!

(porquê, minha gente, porquê... qualquer dia ainda nos vêm dizer que a Kara é Karolina, e que a Laura é na verdade Laurinda, ou qualquer coisa igualmente estranha...)
De ZB a 28 de Maio de 2008 às 18:45
Também gostei bastante da cena da luta, mas estava à espera que o Tigh revelasse alguma força mais sobrenatural (como o a Tori fez à Callie) e que o Adama ficasse a suspeitar de algo. Mas acho que isso já era sintoma de eu querer que as coisas andassem mais depressa! :D E também gostei bastante dessa fala. Tinha pensado em mencioná-la no texto e depois esqueci-me! :S

Em relação ao Adama, tens razão no que dizes. Mas, por exemplo, ele nunca teve problemas em mandar o filho, ou a starbuck ou a roslin para a prisão. Em Kobol, não teve problemas em ameaçar rebentar com o planeta, onde estava o Lee, (perdão, o Leeland :D) para preservar os objectivos da frota. Sempre me pareceu que, apesar do lado sentimental do personagem vir à superfície mais cedo ou mais tarde, primeiramente ele pensava sempre na frota e no seu papel de almirante. Mesmo quando os sentimentos vinham ao de cima, como no episódio em que ele se recusa a deixar de procurar a Starbuck, ele não deixava o seu posto. E aqui não. Ele simplesmente decidiu abdicar de tudo o resto, algo que nunca tinha feito até aqui, para procurar a Roslin. Sim, porque de certeza que ele não foi procurar o Baltar ou o Helo! :) Pronto. É um gesto bonito, mas não o estou a ver a deixar tudo para trás assim sem mais nem menos. Ainda por cima, quando sabemos que ele praticamente abandonou a família por causa da carreira militar.
De syrin a 28 de Maio de 2008 às 19:56
Também esperava muito mais da cena da luta. Aliás, eu até pensava que isto ter um desenvolvimento completamente diferente: que o Adama levasse a Galactica para a luta e que, no episódio antes do hiatus, quando a Roslin morresse (continuo na minha que ela morre antes do hiatus), que o Adama se passasse, e que o único que o pudesse confortar fosse o Tigh, pois passou pelo mesmo. E que, talvez nessa altura, o Tigh revelasse a sua condição de Cylon. Mas esta direcção que eles escolheram... nah, não era que eu queria. Queria algo mais dramático, mais a puxar para as lágrimas no canto do olho.

Pois... o Adama.... eu sei, eu sei...
Mas o que queres: o meu lado romântico veio à superfície desde que o Adama começou a ler à Roslin e nunca mais me deixou. Eu sei que isto é a Battlestar Galactica e não o Loveboat Galactica, mas pronto... de vez em quando não há como escapar. ;) Sim, porque contrariamente ao que dou a entender, eu até gosto de um bom romance. ;)
De ZB a 28 de Maio de 2008 às 20:01
Pois, estou a ver que sim! :)
De syrin a 28 de Maio de 2008 às 20:07
Hey, vá lá... ao menos não fiquei assim quando foi do terrível "quadrado amoroso" da season 3. Nhac.

Eu bem tento dizer às pessoas que até sou sentimental - posso não chorar com os dilemas juvenis do do Grey's Anatomy (blargh), mas gastei imensos lenços no penúltimo episódio da season 5 do The Shield, quando os 4 polícias estão no bar e se ouve o "Disarm" dos Smashing Pumpkins - mesmo que eu não soubesse o que se iria passar no episódio final da temporada, aquela letra já era um bom prenúncio: "The killer in me is the killer in you." ;)
De ZB a 28 de Maio de 2008 às 20:34
Podes crer, essa cena é excelente! Só me apercebi quando revi a temporada e não cheguei ao ponto de lançar umas lágrimas, mas ficou um nó na garganta.

Quanto a Greys... Isso não passa agora às nove horas na TVI?? :)) Mas é tão difícil de perceber que aquilo é uma novela, mas com médicos?? E tal como muitas outras. Só que como vem dos STATES, se lhe chamarmos novelas há quem fique logo indignado...

Agora comecei a ver a Felicity. Ao fim de 5 ou 6 episódios já estava disposto a desistir, porque a base da série é um triângulo amoroso. Depois lá apareceram alguns episódios que me cativaram e ainda não desisiti, mas só de pensar que ainda tenho cerca de 80 episódios pela frente... Eu não tenho problemas em ver um plot romântico, mas quando é bem feito. Na Felicity é bem feito, mas é tão, mas tão repetitivo que vai cansando. Ainda para mais vendo os episódios de seguida.
De syrin a 28 de Maio de 2008 às 20:38
Eu vi os episódios finais da season 5 do The Shield às 4 da manhã, e realmente aquilo é deprimente. Mesmo se me deram spoilers para o final. :s

Já cravei Grey's 4 às amigas para ver. Pelo que li, parece estar melhor do que na season anterior. Mas para mim aquilo não deixa de ser novela...

Felicity vi na TV há muitos anos. Via especialmente pelo actor principal. ;) Também já me arranjaram a primeira temporada, mas ainda não tive paciência para lhe pegar. Quem sabe no verão. Se bem que para o verão já tenho Stargate, The Wire e La Femme Nikita programado... haja tempo.
De Orestis Stamatiou Junior a 29 de Maio de 2008 às 03:59
Boa noite amigo, gostaria de saber aonde voce pega legendas para battlestar galactica, ou se voce assiste em ingles mesmo.

Abraços.
De ZB a 29 de Maio de 2008 às 09:16
Boas! Vejo em inglês.
De Pedro a 29 de Maio de 2008 às 11:56
Ainda não vi o ep e só o devo conseguir ver amanhã. Mas como disse lá mais para baixo a série optou pelo caminho do espiritual, da religião, q é algo q me desagrada bastante. Gosto do fantástico, do desconhecido, dos planetas por explorar, da busca da terra, dispenso tanta incidência na questão espiritual. Isso tornou os episódios maçadores.
De syrin a 29 de Maio de 2008 às 19:14
"fantástico, desconhecido, planetas por explorar"

Isso não é bem desta série... Está mais para um Stargate, ou um Star Trek do que para a BSG.
De Pedro a 30 de Maio de 2008 às 12:18
Nem tanto...a busca pelo combustivel deles q agora não me recordo do nome, a viagem por "terrenos" desconhecidos, os saltos no hiper espaço para sitios desconhecidos, nova caprica, etc etc

O conceito é a guerra Cylons vs Humanos. Tudo bem. E os robôs a serem cada vez mais humanos, tudo bem. Penso q exageraram no espiritualismo da coisa...só isso.
De beto a 31 de Maio de 2008 às 03:10
voces não entenderam que o adama saiu atrás da roslin porque ele não sabe o caminho para terra, e pensa que ela ou a kara são as únicas que podem levar a frota a terra prometida. acho que ele está tentando cumprir uma missão...
De ZB a 31 de Maio de 2008 às 14:01
beto, eu acho que ele foi atrás da Roslin porque quer descobrir um caminho, mas não o caminho para a Terra... Se é que me fiz entender! :))
De beto a 31 de Maio de 2008 às 20:03
entendi e compreendi!

Comentar post

 

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

tags

24(10)

90210(1)

abc(31)

alias(1)

aliens in america(1)

amc(1)

audiências(6)

axn(1)

back to you(2)

balanço da temporada(12)

banda sonora(3)

big shots(1)

bionic woman(3)

blogs(3)

bones(1)

boston legal(2)

brothers & sisters(2)

bsg(34)

californication(2)

cancelamentos(3)

canterbury's law(2)

castings(5)

cbs(10)

chuck(3)

csi(4)

damages(2)

desperate housewives(2)

dexter(7)

dirt(2)

dirty sexy money(3)

dvd(41)

dvd: raio-x(5)

emmys 2008(2)

estreias tv portuguesa(19)

find 815(3)

fox(22)

friday night lights(7)

fringe(3)

fx(5)

golden globes(6)

gossip girl(5)

grande massacre 2007(2)

grelha 2008-09(10)

greve(38)

grey's anatomy(12)

hbo(3)

heroes(17)

house(10)

how i met your mother(2)

jericho(9)

journeyman(2)

k-ville(2)

knight rider(9)

lançamentos(35)

lançamentos dvd: espanha(8)

lançamentos dvd: portugal(18)

lost(62)

machadadas(12)

mad men(2)

melhores 2007(15)

miss guided(2)

moonlight(2)

nbc(35)

new amsterdam(2)

nip/ tuck(3)

notícias(160)

off-topic(18)

one tree hill(3)

opinião(2)

óscares(2)

passatempos(8)

prémios(10)

prison break(8)

promos(38)

pushing daisies(3)

ranking(32)

regresso ao passado(5)

ronda de críticas(55)

samantha who?(4)

scifi(13)

sensual tv(8)

série recomendada(2)

showtime(11)

sondagens(2)

speechless(5)

stargate atlantis(2)

take(4)

tell me you love me(3)

terminator: the sarah connor chronicles(7)

the 4400(2)

the cw(7)

the office(5)

the return of jezebel james(2)

the shield(5)

the tudors(5)

til death(2)

tv nacional(23)

ugly betty(2)

vídeos(69)

x marca o local(36)

todas as tags

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

pesquisar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds