Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

Balanço da Temporada 2007/ 2008: One Tree Hill (CW) – 5.ª temporada

 

Já inúmeras vezes me referi a “One Tree Hill” como um guilty pleasure. E foi-o. Durante bastante tempo. Mas quando a culpa (guilt) começa a reduzir o prazer (pleasure) a insatisfação, o melhor é mesmo deixá-lo de lado.

 

Sejamos sinceros: “One Tree Hill” é uma novela. Quer se queira admitir ou não. Claro que, tal como as novelas brasileiras são melhores que as nossas, as norte-americanas estão num patamar superior em relação às brasileiras.

 

Ao contrário de, por exemplo, “Gosspip Girl”, “One Tree Hill” não tem meninos mimados nascidos em berços de ouro, com vidas de plástico, onde o baile não-sei-do-quê é o maior acontecimento das suas vidas. Na pequena cidade de Tree Hill era suposto viverem jovens tal como eu e tal como toda a gente. E, durante algum tempo, há muitos, muitos episódios atrás, o Lucas, o Nathan, a Peyton, a Brooke, a Haley, o Mouth e o Skills, eram jovens quase normais. Gostasse-se ou não dos dramas teen (explorados à exaustão) que eles viviam, a verdade é que este grupo de jovens tinha uma parcela da sua vida, mesmo que pequena, com a qual nos conseguíamos identificar.

 

Deixando de lado o que se passou nos primeiros anos da série, chegamos a 2007, à estreia da quinta temporada, na qual os adolescentes de Tree Hill deram um salto de quatro anos para o futuro e são agora jovens adultos. E aqui adensam-se os problemas. Quando eu tinha 22 anos, sendo eu um jovem de classe média/ média-baixa, tinha acabado de terminar o meu curso e enfrentava um mundo de dificuldades, principalmente, em termos laborais. Os meus amigos, ou estavam na mesma situação que eu, ou ainda estudavam, ou trabalhavam noutras áreas ou trabalhavam nas obras. Em “One Tree Hill” não. Entre aquele grupo de jovens constam: alguém com um livro publicado e outro a caminho, enquanto é treinador de basquetebol; outra com uma linha de roupa própria, multimilionária e famosa; outra que abriu a sua própria agência musical e que, em pouco tempo, encontrou a “the next big thing” do panorama musical; e depois o casalinho, ela uma cantora de sucesso que abandonou a carreira para ficar com o marido e ainda conseguiu criar um filho e tirar o seu curso de professora ao mesmo tempo, e ele um basquetebolista à beira da NBA que deitou tudo a perder (talvez aquele personagem cuja história mais facilmente se consegue engolir). E ainda… Sim, há sempre um «ainda»… Temos um personagem que, em quatro anos, conseguiu sair da prisão em liberdade condicional depois de ter sido condenado por homicídio em 1.º grau. Meus amigos, o nível de vida nos EUA é superior ao nosso, mas não é tão bom (nem perto) como aqui nos querem fazer crer. O sistema judicial é mais rápido e eficiente que o nosso, mas em quatro anos não se julga, condena e libertam pessoas em liberdade condicional. Mais alguém vê os problemas com esta série ou sou só eu!?    

 

Apesar de tudo, podemos dizer que, tecnicamente, a série tem alguma qualidade. Isso é um facto indesmentível. Tem episódios bem concebidos. Os actores que compõem o elenco têm melhorado as suas prestações de ano para ano. Mas o fundamental, o conteúdo, grande parte das vezes é oco ou preenchido de drama desproporcionado ou histórias de amor aborrecidas e repetitivas, feitas à medida do público-alvo da CW: teenagers inconscientes.

 

Mas para aligeirar o azedume, gostava de terminar com aquilo que de melhor esta quinta temporada nos trouxe: o pequeno James Lucas Scott, que se revelou um grande trunfo, tomando um papel na série bastante activo (ao contrário do que eu esperava) e mostrando um futuro promissor para Jackson Brundage.

 

Adeus “One Tree Hill”. Até nunca mais, que a vida é curta para ser passada na tua companhia.

 

Média dos Episódios: 8.29/10

Avaliação Global: 5.90/10

Nota Final: 7.1 (7.095)/10

 

publicado por ZB às 12:21
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Marco a 21 de Maio de 2008 às 13:07
Acho que essa é uma das raras críticas que discordo completamente de ti. Mas como já disse inumeras vezes, opinioes são opinioes, e nao tem como contestá-las.
Cumpz
De André Calado a 21 de Maio de 2008 às 14:02
Pois... vou ter de discordar tambem xD
De Eduardo Castro Fonseca a 21 de Maio de 2008 às 14:38
Acho que houve algum factor que, de facto, te fez passar a nao gostar mesmo da serie, porque, quando em comparacao com outras criticas feitas por ti, esta tem que ser considerada injusta.

De qualquer maneira percebo perfeitamente porque ja passei pelo mesmo, e a partir do momento que passas aquela barreira de passar a nao gostar da serie, tudo o que eles fazem passa a parecer ridiculo. Tenho pena, acho que ao fim de 5 temporadas o minimo que podias fazer e dar uma oportunidade a sexta temporada :)
De ZB a 21 de Maio de 2008 às 14:53
Pessoal, ainda bem que não gostamos todos do mesmo, senão havia por aí uma rapariga em grandes apuros! :)

Agora a sério: provem-me que estou errado.

Que esta série não gira praticamente só à volta de amores e desamores.
Que esta série não é feita de personagens com vidas irreais.
Que tem sido vira o disco e toca o mesmo (porque raio a Brooke foi metida ao barulho agora no final se a relação dela com o Lukas já se tinha extinguido na temporada passada).
Que o final da temporada, aquele telefonema, não foi das coisas mais (eu nem sei o que lhe hei-de chamar), para agradar a pitas.

Eu compreendo quem goste, mas eu já passei da fase do amor pipoca.
De syrin a 21 de Maio de 2008 às 15:15
Ah, afinal resolveste ser mais comedido... ;)

Nunca experimentei, julgo que me emprestaram a primeira temporada, mas com tanta coisa na minha lista de "To Be Seen", e com a minha aversão a teen dramas... acho que só mesmo quando não houver mais nada é que lhe pego. :P

Não conhecendo a série e podendo, por isso, dar uma opinião isenta, tenho de dizer que não acho a review nada injusta. Não há palavras duras só pelo prazer de críticar. Não se goza com a série, não se rebaixa o trabalho feito até aqui, não se chamam nomes aos autores, actores ou outros fãs. Simplesmente se apontam defeitos que, para alguns podem ser importantes, para outros nem sequer causar dilemas.

Há gostos para tudo, e se chega a um ponto em que já não há paciência para aturar uma série, mais vale desistir mesmo. A oferta é, felizmente, muita. :)

E se, quando um dia experimentar ver a primeira temporada, passar a discordar desta review e do meu comentário, prometo que venho aqui afirmá-lo.
De Francisco a 21 de Maio de 2008 às 19:00
Ainda não vi one tree hill, que para mim é a melhor série que existe e alguma vez existirá! ainda não tive oportunidade para ver a quinta temporada, mas está para breve, muito breve, e pelos elogios que tenho visto acho que vou adororar. Não sei como alguem nao gosta de oth, mas gostos não se discutem não é?! Abraço, e espero que na sexta temporada mudes de ideias ahahaha
De Pedro a 21 de Maio de 2008 às 23:25
"Ainda não vi one tree hill, que para mim é a melhor série que existe "

Hein????
De ZB a 22 de Maio de 2008 às 02:14
LOL! Acho que ele queria dizer que ainda não tinha visto a quinta temporada.
De José Coelho a 21 de Maio de 2008 às 23:07
Olá boa noite. Bem, este blog é um espectáculo. Nunca tinha encontrado um blog tão completo e tão interessante em português, dedicado à televisão como este. Parabéns! :) Vou colocar este link no meu blog.
De DNL a 22 de Maio de 2008 às 00:01
Ainda sobre upfronts, um da ABC que me parece promissor: Section 8 -> http://pifeedback.com/eve/forums/a/tpc/f/62910193/m/75010689
De Lbz a 22 de Maio de 2008 às 12:37
One Tree Hill Rules... adoro a serie, sempre gostei, mas pronto se não gostas, não gostas e ponto final.
De eagle a 22 de Maio de 2008 às 18:19
cada um tem os seus gostos! é certo que houve arcos mal conduzidos, por exemplo com a Brooke, mas no geral esta 5ª temporada não desiludiu! as tuas críticas têm sentido, mas para mim é menos criticável o Dan ter saído em liberdade condicional após apenas 4 anos em OTH, que ver meia-dúzia de reclusos conseguir fugir por baixo de camiões em Prison Break, isso sim me desilude! no 1º caso não tem grande relevância para a história, é um pormenor, no 2º é o centro! e OTH não tem qualquer pretensão em ser o que PB é (foi)!
por isso, porque os objectivos a que se propôs foram, na mina opinião, plenamente alcançados, nota positiva para esta temporada! e venha a próxima!

Comentar post

 

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

tags

24(10)

90210(1)

abc(31)

alias(1)

aliens in america(1)

amc(1)

audiências(6)

axn(1)

back to you(2)

balanço da temporada(12)

banda sonora(3)

big shots(1)

bionic woman(3)

blogs(3)

bones(1)

boston legal(2)

brothers & sisters(2)

bsg(34)

californication(2)

cancelamentos(3)

canterbury's law(2)

castings(5)

cbs(10)

chuck(3)

csi(4)

damages(2)

desperate housewives(2)

dexter(7)

dirt(2)

dirty sexy money(3)

dvd(41)

dvd: raio-x(5)

emmys 2008(2)

estreias tv portuguesa(19)

find 815(3)

fox(22)

friday night lights(7)

fringe(3)

fx(5)

golden globes(6)

gossip girl(5)

grande massacre 2007(2)

grelha 2008-09(10)

greve(38)

grey's anatomy(12)

hbo(3)

heroes(17)

house(10)

how i met your mother(2)

jericho(9)

journeyman(2)

k-ville(2)

knight rider(9)

lançamentos(35)

lançamentos dvd: espanha(8)

lançamentos dvd: portugal(18)

lost(62)

machadadas(12)

mad men(2)

melhores 2007(15)

miss guided(2)

moonlight(2)

nbc(35)

new amsterdam(2)

nip/ tuck(3)

notícias(160)

off-topic(18)

one tree hill(3)

opinião(2)

óscares(2)

passatempos(8)

prémios(10)

prison break(8)

promos(38)

pushing daisies(3)

ranking(32)

regresso ao passado(5)

ronda de críticas(55)

samantha who?(4)

scifi(13)

sensual tv(8)

série recomendada(2)

showtime(11)

sondagens(2)

speechless(5)

stargate atlantis(2)

take(4)

tell me you love me(3)

terminator: the sarah connor chronicles(7)

the 4400(2)

the cw(7)

the office(5)

the return of jezebel james(2)

the shield(5)

the tudors(5)

til death(2)

tv nacional(23)

ugly betty(2)

vídeos(69)

x marca o local(36)

todas as tags

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

pesquisar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds