Sábado, 5 de Abril de 2008

Battlestar Galactica – 4x1 – He That Believeth In Me (Sci Fi)

 

Fica o aviso a quem não quer saber nada sobre o que aconteceu na série que, a partir deste momento, existem grandes SPOILERS, ou seja, para quem não conheça o termo, a partir daqui vão começar a ser reveladas coisas que aconteceram na história e que podem estragar o visionamento a quem ainda não viu o episódio.

 

“Battlestar Galactica”(BSG) regressou finalmente! Após meses e meses de espera, embarcamos na última temporada desta fenomenal space opera. E a espera de tanto tempo foi devidamente compensada? Sim… Não foi o melhor episódio de sempre, mas deu para matar a sede e a fome e deixar-nos esperançados para uma grande temporada.

 

O início do episódio é simplesmente estrondoso. Primeiro que tudo, a tradicional entrada mostra-nos agora aquele que será o foco desta temporada: os quatro Cylons descobertos no final da temporada passada e o ainda não revelado quinto Cylon. E depois retomamos exactamente do mesmo ponto em que tínhamos terminado no último episódio da terceira temporada, com Starbuck a aparecer misteriosamente dizendo que esteve na Terra, numa altura em que as frotas humanas e Cylon se preparam para novo frente-a-frente.

 

Os cerca de dez minutos que se seguem estão ao melhor nível de “BSG” e de muitos outros filmes com orçamentos astronómicos que vão surgindo nas nossas salas de cinema. Realmente, um dos grandes trunfos desta série são os fenomenais efeitos especiais, raramente ou mesmo nunca vistos em televisão, que nos transportam para o meio de incríveis batalhas espaciais comparáveis às de um “Star Wars”.

 

Ainda meio atordoados com o inesperado regresso de Starbuck mas sem tempo para pensar no assunto, Adama e toda a frota enfrentam os Cylons em mais uma batalha mortal. As baixas são muitas, incluindo uma nave inteira com 600 almas a bordo, e o Almirante ordena que toda a gente que alguma vez já tenha pilotado um Viper se junte à contenda. Isto implica que Anders, ainda com pouco experiência de voo, seja obrigado a enfrentar os Cylons, mesmo receando que o reconheçam como um deles. E quando o faz, um dos Cylon Raiders acaba mesmo por se aperceber de quem ele é, alertando a frota Cylon, que posteriormente se começa a retirar.

 

Achei interessante os Cylons terem ficado a saber da existência dos modelos até então desconhecidos de imediato. Pensei que seria algo que os criadores da série iriam guardar para mais tarde, mas foi interessante esta informação começar já a ser conhecida e resta agora esperar para ver qual o impacto que vai ter junto dos modelos Cylons “mais antigos”. E ainda melhor foi quando a Roslin decidiu questionar a Caprica Six sobre se a Starbuck era um dos “Final Five” e ela lhe disse que consegue sentir a presença dos cinco muito próxima.

 

Em relação aos novos Cylons, ainda tivemos algumas cenas bastante interessantes, como aquela ilusão do Tigh a assassinar o Adama, que sinceramente não me surpreendeu ser apenas uma espécie de alucinação, ou os olhares lançados entre o Tigh, a Tori e o Chief quando rodeavam o Adama, o Lee e a Roslin enquanto estes discutiam o regresso da Starbuck. Gostei bastante da dinâmica entre os quatro e, apesar de ter detestado o Tigh ser um deles, parece-me que foram bem escolhidos os personagens.

 

Cylons à parte (sim, porque não acredito que ela seja um), o mais importante do episódio foi mesmo, tal como se esperaria, o regresso inexplicável de Starbuck e a revelação de que nem ela sabe ao certo o que se passou e que apenas pensa terem decorrido algumas horas desde que abandonou a frota em vez dos dois meses que realmente passaram, pelo menos, na realidade da frota. Como seria de esperar, quase todos acreditam que ela é um Cylon, exceptuando os dois homens que a amam, Lee e Anders, e o facto de o seu Viper ser novinho em folha não ajudou em nada o seu caso. Nem mesmo as fotografias que ela conseguiu da Terra, a ajudaram. Sem confiarem no que Starbuck lhes revelou, Adama decide levar a frota pelo caminho que estavam a seguir, indo no sentido oposto a que ela diz estar a Terra.

 

Em relação ao regresso da Starbuck, houve dois momentos que destacaria, que são sem dúvida características intrínsecas desta série e que deixam de lado a ficção científica e embarcam na área das relações humanas. O primeiro, quando Adama e Lee conversam sobre o regresso dela e Lee diz ao pai que se fosse o Zack a regressar dos mortos, mesmo sendo um Cylon, se eles o deixariam de amar por isso. O segundo, foi quando o Anders lhe disse que se ela fosse Cylon ele continuaria a amá-la, numa tentativa reconfortá-la, mas ao mesmo tempo tentando alcançar algum consolo para si próprio, e ela lhe diz que se fosse ela a descobrir que ele era um Cylon “lhe espetava um balázio no meio dos olhos”.  

 

De todo o episódio, o ponto mais fraco, apesar de ter algumas cenas interessantes, foi o harém de Baltar. Como o amante de mulheres que sempre demonstrou ser, não foi de admirar que Baltar tivesse um verdadeiro harém a venerá-lo, mas todo aquele ambiente cultual em torno do personagem pareceu-me demasiado exagerado. E ainda mais forçado, foi a cena de Baltar disposto a sacrificar-se pelo miúdo, onde tudo me pareceu feito como se os criadores da série quisessem provar que realmente existe um Deus, deixando de lado crenças e fé e passando a mostrar-nos algo quase palpável.

 

Não foi o início de temporada perfeito, mas foi sem dúvida um excelente começo. Que venham mais e que sejam, no mínimo, como este.

 

Nota: 9.0/10

 

tags: ,
publicado por ZB às 18:07
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De PS a 5 de Abril de 2008 às 18:14
E' pah, acabei de ver o ep e estou desiludido com o que agr li aqui. Corro o risco de parecer brusco mas...
Para ja o BSG nao e' uma space opera. Alias isso foi a primeira coisa com k os reinventores se kiseram distanciar. Isto e' sim um drama, que se passa no espaço, mas podia ser noutro sitio kk!

Mas a parte de nao teres gostado do Harem do Baltar e das cenas religiosas (Deus e tal)... Parece-me a mim k nao so' nao percebes bem a historia do BSG como nao vais gostar nada desta epoca
De ZB a 5 de Abril de 2008 às 18:37
Não sei qual é o teu conceito de space opera, mas para mim, e para muita gente, BSG é uma space opera. E concordo quando dizes que tem uma forte vertente dramática, mas não é isso que faz com que deixe de ser uma série de ficção científica.

Quanto à questão da religião e perceber a série... Eu acho que sempre percebi muito bem a série. Posso estar enganado e a ver algo diferente do resto das pessoas... Sempre entendi muito bem o conflito entre a crença monoteísta e a politeísta, mas sempre entendi esse confronto como uma questão de fé e não como um dado adquirido.
De PS a 5 de Abril de 2008 às 18:45
Eu nao estou a colocar o meu conceito de space opera mas o do Ron D. Moore, reinventor da serie. No livrinho k acompanha a soundtrack da mini-serie ele diz k claramente se keria afastar disso, dai a camara ao estilo documentario e as batalhas espaciais com efeitos sonoros e banda sonora minimalista.
Para mim space opera por defeito e' Star Wars, BSG e' diametralmente oposto, nao ha claramente definido bem e mal, a maior parte das intrigas sao entre os proprios sobreviventes e embora saibamos k esta em causa a sobrevivencia da raca humana (pelo menos das 12 colonias) os conflitos nunca sao 'a larga escala k se espera de uma space opera.
Agr se estas a definir space opera como sci-fi, entao ta bem.

O que eu quis dizer qt 'a kestao de fe, e' k desde o inicio se viu k a serie ia caminhar para este ponto, era inevitavel. E ha medida k se aproxima da Terra, e do Final Cylon(the One God?) a componente religiosa e a importancia do Baltar no meio disto tudo so vao continuar a aumentar! Ainda mais a Kara agr tb ha mistura.
De syrin a 5 de Abril de 2008 às 23:56
Quando a fome é muita, tudo o que aparece é devorado. Concordo contigo, estava à espera de mais - mas é claro que superar a estrondosa abertura da terceira temporada iria ser difícil.

Por muito bons que sejam os efeitos especiais e os primeiros 10 minutos, também me pareceu faltar alguma coisa ao episódio... O que me parece ter acontecido aqui é que tinha ficado tanto no ar, havia tanta coisa a acontecer no Crossroads, que tinham de pegar em alguns aspectos e começar por aí. Fiquei um pouco desiludida por não vermos mais dos quatro Cylons, especialmente do Tigh (ao contrário de ti, adorei saber que é um Cylon), das suas reacções ao descobrirem o que eram. Mas felizmente a temporada ainda agora começou, e irão concerteza pegar no assunto.

Adorei o regresso da Starbuck, a verdadeira, aquela da primeira temporada, que nem o próprio marido respeita (tadinho do Anders, que viu logo cairem por terra os seus sonhos)... Não acho que ela seja o último Cylon, mas por agora ainda não consigo perceber para que direcção irá o RDM levar esta história.

O Adama está impecável como sempre. A interacção entre pai e filho é sempre muito bem explorada, e gostei de ver o pai a tentar, mais uma vez, uma aproximação (o pin entre os dois), para mais uma vez ver os seus esforços recusados. Pessoalmente, gosto mais quando há atrito entre os dois, e o novo cargo do Lee e as indirectas que anda a mandar ("She still staying in your quarters?") prometem muito drama.

Quanto ao Baltar... acho que o problema é este "culto" ter aparecido um pouco do nada. Já vimos que os colonos não têm problemas em idolatrar vários ídolos, mas daí a chegarem ao Baltar... qual a razão? Ainda não deram nenhuma. Felizmente estas cenas valem sempre a pena ver, nem que seja pela magnífica actuação do James Callis, que mais uma vez consegue dar um tom humorístico a uma personagem que é, em essência, um dos grandes vilões da história. E claro, toda a questão religiosa que, para mim se tornou (inexplicávelmente) num grande chamariz.

Já agora, por curiosidade - porque é que não gostaste do Tigh ser um Cylon?
De ZB a 6 de Abril de 2008 às 00:22
Porque o Tigh transpira humanidade por todos os poros. Porque odiava os Cylons. Porque sofreu bastante nas mãos destes. Porque a amizade (que parecia) genuína que tinha com o Adama foi sempre uma das relações que mais apreciei na série e o facto de ele ser um Cylon vai deitar tudo isso por terra (imagino). Porque era o mais improvável e pareceu-me que isso jogou na decisão de o tornarem um Cylon: o factor surpresa e choque.

Ainda em relação ao Baltar, a questão que me desgostou foi aquela sequência quase do tipo acção-reacção em que ele pede a Deus que o leve a ele e poupe o rapaz/ alguém tenta matá-lo/ como ele se mostra disposto ao sacrifício é poupado. O sentimento que retirei dessa sequência foi de que existe mesmo alguém a ditar tudo o que acontece. Que existe mesmo um Deus. Algo que até aqui, que eu me lembre (posso estar enganado), só ainda tinha acontecido por uma vez de forma tão clara (naquele episódio em que a Six desaparece do seu pensamento e surge em carne a denunciá-lo como ele esteve envolvido no ataque às colónias). Foi como se deixasse de haver apenas ideia, a noção de alguém que puxa os cordelinhos, e se passasse a saber que existe realmente algo de maior.
De syrin a 8 de Abril de 2008 às 15:13
Engraçado, as razões que te fazem não gostar da surpresa do Tigh ser um Cylon são exactamente as que me fazem adorar a situação. Ele foi um dos que mais sofreu com a ocupação, física e psicológicamente, ele era um dos líderes da resistência, ele éo número dois do homem mais poderoso da frota. Se irá estragar a relação dele com o Adama - provavelmente. Irá haver drama? Certamente. Mas quem sabe o Lee não tinbha razão, e se tenha de analisar a situação caso a caso - lá por serem cylons, não deixam de ser boas pessoas.

Quanto ao Baltar, logo no primeiro episódio acontecia o mesmo: apenas quando o Baltar se arrependeu das suas blasfémias, se livrou do problema em que estava envolvido. Não creio que tenha a ver com a existência de qualquer deus, de qualquer panteão - julgo que tem mais a ver com a capacidade incrível que o Baltar tem de se enganar a si próprio, com a ajuda da Head-Six. O que ele vê como intervenção divina é, na minha opinião, apenas coincidência.
De ZB a 8 de Abril de 2008 às 16:08
Mas que grande coincidência!

Quanto ao Tigh, a não ser que exista mesmo explicação para ele ser um deles, continuo a achar que apenas foi escolhido para ser Cylon para causar surpresa e choque no espectador.
De syrin a 8 de Abril de 2008 às 16:28
O Baltar andou a ler "O segredo". ;)

Segundo o que li, a decisão de escolher o Tigh como um dos Final Four foi do RDM. Houve grande polémica junto dos restantes escritores da série, mas o RDM insistiu... vá-se lá saber porquê - pode ser que ele tenha ainda alguma na manga.
De ZB a 8 de Abril de 2008 às 16:55
AHAHAHA!
De Hugo Abreu a 6 de Abril de 2008 às 01:32
Boa notícia pra que é fã da série, parece que vai ser transmitida no novo canal Fox Next do Meo.
De ZB a 6 de Abril de 2008 às 02:46
Bem, eu diria que é uma boa notícia para quem ainda não conhece a série e vai ter hipótese de conhecer. Quem é fã, só o é porque já viu, seja através da compra dos dvds ou doutra forma qualquer, logo não terá nada a ganhar.
De joaocpt@gmail.com a 15 de Abril de 2008 às 12:49
POR FAVOR!!!!
Onde posso ver o episódio.

Já não tenho mais unhas para roer.

Comentar post

 

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

tags

24(10)

90210(1)

abc(31)

alias(1)

aliens in america(1)

amc(1)

audiências(6)

axn(1)

back to you(2)

balanço da temporada(12)

banda sonora(3)

big shots(1)

bionic woman(3)

blogs(3)

bones(1)

boston legal(2)

brothers & sisters(2)

bsg(34)

californication(2)

cancelamentos(3)

canterbury's law(2)

castings(5)

cbs(10)

chuck(3)

csi(4)

damages(2)

desperate housewives(2)

dexter(7)

dirt(2)

dirty sexy money(3)

dvd(41)

dvd: raio-x(5)

emmys 2008(2)

estreias tv portuguesa(19)

find 815(3)

fox(22)

friday night lights(7)

fringe(3)

fx(5)

golden globes(6)

gossip girl(5)

grande massacre 2007(2)

grelha 2008-09(10)

greve(38)

grey's anatomy(12)

hbo(3)

heroes(17)

house(10)

how i met your mother(2)

jericho(9)

journeyman(2)

k-ville(2)

knight rider(9)

lançamentos(35)

lançamentos dvd: espanha(8)

lançamentos dvd: portugal(18)

lost(62)

machadadas(12)

mad men(2)

melhores 2007(15)

miss guided(2)

moonlight(2)

nbc(35)

new amsterdam(2)

nip/ tuck(3)

notícias(160)

off-topic(18)

one tree hill(3)

opinião(2)

óscares(2)

passatempos(8)

prémios(10)

prison break(8)

promos(38)

pushing daisies(3)

ranking(32)

regresso ao passado(5)

ronda de críticas(55)

samantha who?(4)

scifi(13)

sensual tv(8)

série recomendada(2)

showtime(11)

sondagens(2)

speechless(5)

stargate atlantis(2)

take(4)

tell me you love me(3)

terminator: the sarah connor chronicles(7)

the 4400(2)

the cw(7)

the office(5)

the return of jezebel james(2)

the shield(5)

the tudors(5)

til death(2)

tv nacional(23)

ugly betty(2)

vídeos(69)

x marca o local(36)

todas as tags

posts recentes

Acho que o cabeçalho diz ...

O post mais inútil de sem...

Damages: outro tubarão ch...

Ranking de Séries (15 de ...

Battlestar Galactica – 4x...

Mais algumas edições R1

Jericho: O final alternat...

"24" apanha tubarão

BSG: Segunda parte da qua...

Emmys 2008: Candidatos a ...

Emmys 2008: Katherine Hei...

«Behind the Scenes» de "F...

Gossip Girl 2.0 desmentid...

Balanço da Temporada 2007...

Sarah Paulson em "Cupid" ...

"Dirt" cancelada

Balanço da Temporada 2007...

Ranking de Séries (8 de J...

E, agora, uma pequena sur...

Weeds: promo à quarta tem...

Mais uma para esperar ans...

Dexter: Jimmy Smits na te...

FOX anuncia datas dos reg...

«Chuta Pra Canto»: mais u...

Showtime dá luz verde a "...

pesquisar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds